Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cristóvão cobra agilidade no Vasco para ter titulares na maratona de jogos

Técnico quer os titulares à disposição para jogos com São Paulo, Santos, Botafogo, Internacional, Corinthians, Sport e Atlético-MG

Hilton Mattos - iG Rio de Janeiro |

AE
O técnico Cristóvão Borges quer agilidade da direção vascaína para a liberação de seus titulares

O técnico do Vasco, Cristóvão Borges, não vê a hora de a diretoria acertar a situação dos jogadores com situação ainda irregular em São Januário. Renato Silva, Fellipe Bastos e Eder Luis não têm o contrato inscrito na CBF e correm o risco de não entrarem em campo na rodada do meio de semana, dia 18, no Morumbi, contra o São Paulo. Cristóvão apela para os dirigentes, lembrando que a partir de agora o time entrará numa maratona desgastante, com jogos quarta e domingo e diante de adversários mais fortes.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Depois do São Paulo, o Vasco terá pela frente Santos (em casa), Botafogo (no Rio), Internacional (fora), Corinthians (São Januário), Sport e Atlético-MG – ambos fora. Por tudo isso, se entrar em campo sem Rodolfo, machucado, e os demais atletas sem contrato, os desfalques pode comprometer o desempenho da equipe na competição.

Leia mais: Dedé estende contrato com Vasco até dezembro de 2015

“Sou otimista por natureza, então acredito que a diretoria agilize logo a situação desses jogadores. O campeonato é forte e é importante contar com eles. Espero que tudo seja resolvido logo”, comentou Cristóvão Borges.

Confira ainda: Vasco terá cinco desfalques contra o Atlético-GO no Brasileiro

Para o compromisso deste domingo, o Vasco não terá cinco titulares. Além dos quatro citados, o volante Eduardo Costa vai desfalcar a equipe, já que não treinou a semana inteira em razão de dores no pé, fruto de uma pancada sofrida no empate em 1 a 1 com o Figueirense.

E mais: Alecsandro faz lobby por Diego Souza

Para a partida contra o Atlético-GO, lanterna da competição com apenas dois pontos, o Vasco, com 17 pontos, quer assegurar os três pontos e secar os líderes Atlético-GO (19) e Fluminense (18), para retomar a primeira colocação. Mas o treinador adverte quanto ao suposto favoritismo. Segundo Cristóvão, pelo nível do elenco do rubro-negro goiano, era para a campanha ser melhor.

“O time, pelo elenco que tem, não é para estar nesta posição. Tem placar mentiroso no resultado deles. Por isso, para nós é como enfrentar o Corinthians”, comentou o treinador.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco:

Leia tudo sobre: vascocristóvão borgesbrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG