Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Meia do Coritiba rebate Marcos Assunção e contesta título palmeirense

Lincoln diz que todos os gols do time paulista na final da Copa do Brasil foram irregulares e acusa favorecimento

iG São Paulo | - Atualizada às

Vice-campeão da Copa do Brasil, o meia Lincoln resolveu rebater as declarações do volante Marcos Assunção, do Palmeiras. Após o título na competição mata-mata, o atleta do time paulista disse: "Ele não jogou no Palmeiras e saiu do clube para ser banco no Coritiba. Ele tem de calar a boca e jogar bola". Ambos haviam discutido ainda durante o jogo.

Quem tem razão: Lincoln ou Marcos Assunção? Comente!

"O Marcos Assunção falou isso porque tivemos uma discussão, após eu sofrer a falta que originou o nosso gol. Ele foi pressionar o árbitro dizendo que eu havia simulado a falta. Eu falei: deixa o juiz apitar. Ele rebateu: Seu filho da p..., você saiu do Palmeiras para ser reserva desse timinho. Já que ele procurou os microfones para tornar isso público, por que não disse com todas as letras o que falou pra mim?", disse Lincoln.

BAIXE OS WALLPAPERS DO PALMEIRAS CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL 2012

Arte iG
Baixe o wallpaper com o time do Palmeiras campeão da Copa do Brasil 2012

Enquanto atuaram juntos no Palmeiras, entre 2010 e 2011, Lincoln e Marcos Assunção não tiveram nenhuma discussão, pelo menos pública. O meia deixou o clube por não estar sendo aproveitado pelo técnico Luiz Felipe Scolari e se transferiu para o Avaí. Depois da queda do time catarinense para a Série B, acertou sua ida para o Coritiba.

VEJA: Com 10ª taça, Palmeiras torna-se clube com maior número de títulos nacionais

"Estou muito feliz por ter vindo para cá e orgulhoso por poder vestir essa camisa. Por mais que o Marcos Assunção seja um grande jogador, ele é insignificante perto da grandeza do Coritiba. Ou será que ele já se esqueceu das dificuldades que enfrentou quando retornou ao futebol brasileiro?", questionou Lincoln. Relembre em fotos a trajetória campeã do Palmeiras:

O ex-palmeirense ainda aproveitou o momento para contestar o título conquistado pelo clube. Para ele, os três gols que o time paulista marcou nas duas finais foram irregulares. Os paranaenses não concordam com o pênalti assinalado em Betinho na Arena Barueri e nem com a falta sofrida por Artur nesta quarta-feira. Alguns entenderam também que Thiago Heleno estava impedido quando marcou na primeira final, mas o zagueiro não estava.

FARRA: Após desfile em carro aberto, Palmeiras completa festa na Academia de Futebol

"Agora, uma coisa é clara: os três gols do Palmeiras foram irregulares. Infelizmente, o poderio econômico de São Paulo prevalece sobre os demais estados, seja no futebol ou em qualquer outra área. Na dúvida, os clubes de lá sempre serão favorecidos", reclamou Lincoln.

Quem tem razão nesta história: Lincoln ou Marcos Assunção? Discuta na Torcida Virtual

Leia tudo sobre: PalmeirasCoritibaCopa do Brasil 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG