Tamanho do texto

Jogadores e o técnico Luiz Felipe Scolari foram muito celebrados pela torcida alviverde

O Palmeiras e a sua torcida fizeram festa em Curitiba, no aeroporto de Congonhas, nas ruas de São Paulo e, finalmente, na Academia de Futebol. A delegação palmeirense desembarcou no na capital paulista na manhã desta quinta-feira, dia seguinte à conquista da Copa do Brasil , e seguiu de trio elétrico até o seu centro de treinamento.

PALMEIRAS CAMPEÃO! Deixe sua mensagem para os guerreiros alviverdes!

Ausentes em Curitiba, Barcos e Valdivia comemoraram muito a conquista da Copa do Brasil
Futura Press
Ausentes em Curitiba, Barcos e Valdivia comemoraram muito a conquista da Copa do Brasil

O desfile em carro aberto só foi possível porque a chuva que caía em São Paulo cessou justamente quando o Palmeiras era recepcionado por uma centena de torcedores no aeroporto. Muitos outros gesticularam para dirigentes, integrantes da comissão técnica e jogadores no trajeto para a Academia de Futebol.

VEJA:  Após chegada festiva no aeroporto, Palmeiras sai em carreata

A curiosidade despertada pelo trio elétrico prejudicou o trânsito pela manhã. Os palmeirenses, no entanto, não tinham pressa em seus automóveis e motocicletas. Estavam mais preocupados em registrar o momento com seus telefones celulares e em cantar o hino do clube junto com a música que saía dos alto-falantes do veículo.

MAIS:  Com 10ª taça, Palmeiras torna-se clube com maior número de títulos nacionais

Ovacionado, o técnico Luiz Felipe Scolari acenou para funcionários que trabalham na construção da Arena Palestra Itália quando o trio elétrico passou diante do canteiro de obras. Já na Academia de Futebol, o gaúcho não resistiu e também cantou o hino palmeirense.

No centro de treinamento, um palco aguardava o elenco campeão da Copa do Brasil - os torcedores tiveram acesso à arquibancada do local. O jornalista Mauro Beting, palmeirense fanático, foi o mestre de cerimônias do evento e chamou, um a um, jogadores e integrantes da comissão técnica para homenagens. Todos foram muito aplaudidos.

FESTA:  Marcos sobe no trio elétrico e avisa: “Gambazada, o terror voltou!”

Técnico Luiz Felipe Scolari foi ovacionado pelos torcedores e cantou o hino do Palmeiras
Futura Press
Técnico Luiz Felipe Scolari foi ovacionado pelos torcedores e cantou o hino do Palmeiras

Na festa, tudo era permitido. Autor do gol do empate por 1 a 1 com o Coritiba na decisão, o atacante Betinho deu um gole em uma lata de cerveja antes de subir no palco. Leandro Amaro, Felipe e Wesley embalaram a comemoração com instrumentos musicais.

ÍDOLO:  Felipão admite chance de renovar com Palmeiras

Tanta alegria, contudo, parecia ter atrapalhado o condicionamento físico de alguns. Luan e Thiago Heleno estavam mancando na Academia de Futebol. Daniel Carvalho, ao contrário, esbanjava disposição. Deu um peixinho no gramado. Último a piscar no palco, o volante Marcos Assunção beijou o troféu da Copa do Brasil ao posar para fotografias.

LEIA:  Felipão sugere estátua a Luan e defende “ridicularizado” Betinho

Após a carreata pelas ruas e vibração na Academia de Futebol, ainda havia quem quisesse mais. O meia Valdivia brincou ao dar uma sugestão sobre o próximo local de comemoração. "Vamos todos para a casa das primas agora", sorriu o chileno, usando uma designação popular para prostíbulo.

Ajude o Palmeiras a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte