Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras é notificado pelo Procon e pode levar multa de até R$ 6 mi

Clube terá que prestar esclarecimentos sobre a venda de ingressos para a final contra o Coritiba e provar que não disponibilizou entradas apenas para sócio-torcedores

Agência Estado |

Agência Estado

Gazeta Press
Torcida do Palmeiras fez festa na chegada do ônibus da equipe no jogo de ida

No dia em que decidirá a Copa do Brasil diante do Coritiba, no Couto Pereira, o Palmeiras foi notificado pelo Procon, nesta quarta-feira, a prestar esclarecimentos sobre a venda de ingressos justamente para as duas partidas da final da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O clube terá que apresentar documentos para provar que comercializou ingressos para torcedores no geral, não apenas aqueles que participam dos programas de sócio torcedor, prática considerada abusiva pelo Procon. Para isso, deverá fornecer a quota das entradas para os dois jogos; endereços - fiscais e de internet - dos postos de venda; período de comercialização; e informações dos valores de cada setor.

Leia mais: Torcedores tentam incomodar Palmeiras com foguetório em Curitiba

"De acordo com o Estatuto do Torcedor, quem vai a um estádio assistir a um jogo também é um consumidor e os clubes e federações são as empresas, que devem prestar um serviço de qualidade e dar plenas condições para que o público adquira os ingressos com informações claras e precisas", declarou o diretor executivo do Procon, Paulo Arthur Góes.

Veja também: Palmeiras segue Corinthians e vende ingressos para ver final em telão

Para não ser punido, o clube terá que apresentar estas provas em um prazo de 48 horas. Se for considerado culpado, o Palmeiras responderá a um processo, que pode resultar no pagamento de uma multa que varia de R$ 400 a R$ 6 milhões.

Entre para a torcida virtual do Palmeiras:

Leia tudo sobre: palmeirascopa do brasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG