Treinador santista quer que a diretoria traga reforços de impacto. Só assim Muricy acredita que seu time terá chances de brigar pelo título do Campeonato Brasileiro.

Na última semana, o Santos anunciou como reforços o lateral direito Bruno Peres e o meio-campista João Pedro. O ex-jogador do Guarani até foi titular e teve bom rendimento na goleada por 4 a 2 sobre o Grêmio , mas não satisfaz o técnico Muricy Ramalho. Como próximas contratações, o comandante santista faz questão de pedir "nomes de peso". Só assim, ele garante, o time poderá brigar pelo título do Campeonato Brasileiro .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Muricy não vê o elenco do Santos capaz de ser campeão nacional ou mesmo de alcançar uma vaga na Libertadores de 2013 neste momento, mesmo com o resultado positivo diante do Grêmio, na Vila Belmiro. Na visão do treinador, faltam alguns jogadores que possam carregar a "pesadíssima" camisa do Santos nas ausências de Neymar, Ganso e Rafael, que disputarão as Olimpíadas e desfalcarão a equipe durante oito rodadas da competição.

O zagueiro Edu Dracena comemora após marcar para o Santos na Vila
Futura Press
O zagueiro Edu Dracena comemora após marcar para o Santos na Vila

"É diferente jogar na Vila e no Beira Rio, por isso eu queria o adiamento da partida da semana que vem, contra o Inter. Precisa chegar gente. Tomara que chegue, eu quero, os jogadores querem. Chegaram meninos de aposta, mas agora a gente quer um cara pesado, gente pesada, porque isso aqui é um clube muito grande, a camisa é pesadíssima", discursou Muricy.

Veja também: Muricy não interfere na situação de Ganso, mas espera que siga no Santos

Contra o Grêmio, Muricy lançou o estreante Bruno Peres e o próprio garoto Victor Andrade, que estreou na equipe titular. Além disso, o Santos teve Felipe Anderson vestindo a camisa 10 e, com bola rolando, jogadores como Geuvânio e Éwerthon Páscoa receberam oportunidades. O elenco jovem, no entanto, não convence o treinador.

Leia também: Santos faz 4 a 2 no Grêmio e  consegue primeira vitória no Brasileiro

"Estamos lançando jogadores quando não deve, porque é um momento ruim do Santos, mas tem que lançar porque não tem outros. O Campeonato Brasileiro é muito pesado, a diretoria sabe. Eu não abaixo a cabeça nunca, não jogo a toalha", salientou o treinador que deve anunciar a renovação contratual até o final de 2013 nos próximos dias.

Desde a eliminação da Libertadores, o Santos perdeu Alan Kardec, de volta de empréstimo ao Benfica, Rentería, dispensado, e Borges, negociado com o Cruzeiro. Além dos três jogadores que ficarão em Londres para a disputa das Olimpíadas, o Peixe deve ficar sem Elano, que foi envolvido em uma troca por Miralles, do Grêmio. Nesta semana, os argentinos Ariel Cabral e Juan Martínez, do Vélez Sarsfield, podem ser anunciados como novos reforços do time santista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.