Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Prass pega pênalti, e Figueirense e Vasco ficam no empate

Partida em Florianópolis teve a presença do uruguaio Loco Abreu na torcida. O atacante roeu as unhas no empate de sua nova equipe

Gazeta | - Atualizada às

Neste domingo, sob os olhares do atacante uruguaio Loco Abreu, Figueirense e Vasco empataram por 1 a 1, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O novo reforço do Figueira ficou ansioso e chegou até a roer unhas durante a partida, mas comemorou quando Ronny saiu do banco de reservas para marcar o gol alvinegro.

Você acha que o Vasco vai brigar pelo título do Brasileiro?Opine

Futura Press
Diego Souza marcou o primeiro gol da partida para o Vasco

O Vasco tomava a iniciativa nos momentos iniciais, mas só conseguia chegar com perigo nas jogadas de bola parada, sempre perigosas quando comandadas por Juninho Pernambucano, e nos chutes de fora da área. E foi justamente desta forma que os cariocas abriram o placar, aos 21 minutos do primeiro tempo, quando Diego Souza arriscou e mandou a bola no canto de Wilson.

Confira a classificação da sua equipe no Campeonato Brasileiro

Pouco mudou após o tento vascaíno. O Figueirense tinha dificuldades em passar pela marcação adversária, que ainda contava com organizada linha de impedimento. O atacante Júlio César, caindo pela direita, era o único que fazia o seguro goleiro Fernando Prass se movimentar. Já no último lance do primeiro tempo, Fred acertou a trave em cobrança de falta e quase fez Loco Abreu comemorar nos camarotes do Orlando Scarpelli.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

Na etapa complementar, o técnico do Figueirense, Argel Fucks, promoveu as entradas de Aloísio e Ronny nos lugares de Marquinhos e Fernandes, respectivamente. As alterações deram mais movimentação ao meio-campo alvinegro. Logo aos cinco minutos, em bola cruzada na área do Vasco, o zagueiro Dedé se atrapalhou, colocou a mão na bola e viu o árbitro Paulo César Oliveira assinalar pênalti. Na cobrança, Júlio César bateu bem, mas Fernando Prass foi melhor e fez boa defesa.

Veja fotos da oitava rodada do Campeonato Brasileiro

Dez minutos depois, a equipe carioca respondeu com Alecsandro, que aproveitou bom cruzamento de William Matheus e cabeceou a bola para o travessão do Figueirense. As imagens do camarote mostravam Loco Abreu roendo suas unhas. No entanto, a ansiedade do uruguaio passou quando, aos 28 minutos, Ronny aproveitou cruzamento pela esquerda, antecipou-se a William Matheus e mandou para o fundo das redes, ao estilo de Loco Abreu, que aplaudiu.

O Vasco volta a campo apenas no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), quando recebe o Atlético-GO, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), onde tentará se aproximar dos líderes do Brasileirão. 

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 1 X 1 VASCO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 8 de julho de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP-Fifa) Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Cartões amarelos: Eduardo Costa (Vasco) e Túlio (Figueirense)
Gols: Diego Souza, aos 21 minutos do primeiro tempo, e Ronny, aos 28 do segundo

FIGUEIRENSE: Wilson; Coutinho (Saldívar), Canuto, Anderson Conceição e Guilherme Santos; Doriva, Túlio, Fernandes (Ronny) e Marquinhos (Aloísio); Caio e Júlio César
Técnico: Argel Fucks

VASCO: Fernando Prass; Fágner (Max), Dedé, Renato Silva e Felipe; Nilton, Fellipe Bastos, Juninho Pernambucano e Carlos Alberto; William Barbio (Chaparro) e Alecsandro (Pipico) Técnico: Cristóvão Borges

Leia tudo sobre: vascofigueirensebrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG