Equipe mineira chegou aos 19 pontos no topo da tabela do Brasileirão. Com o revés, Portuguesa segue com oito pontos apenas

 A noite de domingo não poderia ter sido melhor para a torcida do Atlético-MG , que lotou as arquibancadas do estádio Independência. Na estreia do goleiro Victor , que atuou bem, o Atlético-MG venceu a Portuguesa por 2 a 0, e manteve uma invencibilidade de dez meses sem perder em casa. Com o resultado, o time mineiro assumiu a liderança isolada do Brasileiro com 19 pontos. A Portuguesa permanece com oito.

Confira a classificação do Brasileirão 2012

O primeiro gol do Atlético-MG foi anotado por Marcos Rocha, que aproveitou rebote da zaga visitante após cobrança de lateral, e da marca do pênalti fuzilou Dida, para vazar o arqueiro da Lusa pela primeira vez no Brasileiro. O segundo gol foi marcado por Leonardo Silva, que não titubeou após Dida rebater cobrança de falta de Ronaldinho.

Ronaldinho tenta fugir da marcação da Portuguesa
Gazeta Press
Ronaldinho tenta fugir da marcação da Portuguesa

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG vai visitar no próximo sábado, o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli. A partida poderá marcar a estreia do uruguaio Loco Abreu com a camisa do time catarinense. Já a Portuguesa terá uma semana de preparação para duelar contra o Sport, na Ilha do Retiro.

O jogo
Atuando em casa, onde não perde há dez meses, o Atlético-MG iniciou a partida a todo vapor, pressionando o time da Portuguesa, e obrigando o goleiro Dida a trabalhar bastante. Sem se intimidar, a Lusa não ficou retrancada e também procurou agredir o Galo, principalmente pelas laterais, o que gerou uma partida muito movimentada.

Aos 11, Ronaldinho cobrou falta invertendo o jogo da esquerda para a direita e encontrou Marcos Rocha, que se livrou da marcação e bateu cruzado, mas o tiro saiu pela linha de fundo. Atuando no 3-5-2, o time paulista avançou bastante os alas, e arriscou diversos arremates de média e longa distância, que quase sempre encontraram Victor atento na meta atleticana.

Trocando passes e girando a bola de um lado para outro, o Atlético-MG procurou encontrar espaços na defesa da Portuguesa, que tentou marcar as principais peças do Galo. Em uma dessas jogadas, Marcos Rocha sofreu falta e Ronaldinho cobrou sobre o travessão de Dida, com enorme perigo.

Aos 22, Ananias chegou à linha de fundo e cruzou na medida para Léo Silva, que cabeceou a esquerda de Victor, assustando a torcida atleticana nas arquibancadas do Independência. A resposta alvinegra não demorou, e veio com Marcos Rocha, que pegou rebote da zaga visitante, e da marca do pênalti fuzilou Dida, para vazar o arqueiro da Lusa pela primeira vez no Brasileiro.

Atrás no placar, a Portuguesa manteve a postura do início da partida, e continuou jogando no ataque. Logo após sofrer o gol alvinegro, a Lusa quase empatou com uma testada violenta do zagueiro Lima, que obrigou Victor a se esticar todo para fazer a defesa. Aos 30, Moisés fez o giro em cima de Rafael Marques e mandou um petardo para o gol do Galo, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Veja fotos da 8ª rodada do Brasileirão:

Depois de terminar o primeiro tempo melhor no jogo, a Portuguesa voltou de forma mais cautelosa para a etapa complementar. Aos dois minutos, Ronaldinho deu assistência na medida para Jô, que livre dentro da área, parou nas mãos do goleiro Dida. Aos seis, Ronaldinho cobrou falta de longe, Dida não segurou firme e o zagueiro Leonardo Silva mandou para as redes ampliando o marcador.

Com o placar mais dilatado, o Atlético-MG recuou as linhas de marcação, chamando a Lusa para o campo de ataque, e explorando as jogadas de contra-ataque. Aos 14, Bernard lançou Jô em profundidade, mas o avante errou o alvo em tiro cruzado. Quando o ataque em velocidade não funcionava, o time alvinegro conseguiu valorizar a posse de bola, administrando a partida com inteligência.

Aos 26, Ronaldinho aplicou um chapéu no marcador e lançou Bernard, que limpou os marcadores e tentou acertar o ângulo, mas a bola subiu demais, porém, levantou a torcida nas arquibancadas. Após este lance, o Atlético-MG demonstrou satisfação com o resultado, e passou a administrar o jogo até apito final, para comemorar a liderança isolada do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA  -  ATLÉTICO-MG 2 X 0 PORTUGUESA

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 08 de julho de 2012 (domingo)
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)
Cartões amarelos: (Atlético-MG) Rafael Marques, Pierre (Portuguesa) Ananias, Léo Silva

Gols:
Atlético-MG: Marcos Rocha, aos 24 minutos do primeiro tempo; Leonardo Silva, aos seis minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha (Serginho), Rafael Marques, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Danilinho (Escudero) e Ronaldinho; Bernard (Richarlyson) e Jô
Técnico: Cuca

PORTUGUESA: Dida; Lima, Diego Augusto (Rodriguinho) e André Luís; Luís Ricardo, Moisés, Léo Silva, Guilherme e Ivan (Marcelo Cordeiro); Ananias e Diego Viana (William Xavier)
Técnico: Geninho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.