Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com 0% de aproveitamento em 6 jogos, técnico do Atlético-GO se diz "humilhado"

Hélio dos Anjos diz que rebaixamento no Brasileiro já é realidade, mas descarta pedir demissão

Gazeta | - Atualizada às

Contratado para substituir Adilson Batista, demitido após dois empates nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o treinador Hélio dos Anjos ainda não conseguiu corresponder às expectativas do Atlético-GO. Neste sábado, após perder para o Náutico, em casa, por 1 a 0, o treinador somou o seu sexto revés em seis jogos da competição.

Hélio dos Anjos já deveria ter sido demitido? Ou deve continuar? Opine!

"Tenho muita confiança e prazer em realizar meu trabalho, mas, sinceramente, me sinto humilhado com esta situação", reconheceu. "Nós não poderíamos ter feito um jogo tão abaixo da crítica. Está faltando alma", diagnosticou o treinador.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Divulgação
Hélio dos Anjos: seis jogos, seis derrotas

"Não nos falta nada aqui. O Atlético-GO oferece muito mais do que um jogador precisa para desempenhar um bom futebol. Não é a diretoria que tem que resolver o problema. Esta tarefa é nossa", avisou.

O JOGO: Náutico se recupera e impõe sexta derrota seguida ao Atlético-GO

Apesar de isentar a diretoria de culpa pelos recentes resultados, Hélio dos Anjos deu a entender estar insatisfeito com o plantel. "Nem quero citar as diferenças que existem do Atlético-GO para os outros, mas hoje (sábado), dois clubes apresentaram Seedorf e Forlán (Botafogo e Internacional, respectivamente)", disse o treinador, que durante a semana dispensou quatro jogadores: Elias, Fernando Bob, Paulinho e William.

Após oito rodadas, são apenas dois pontos conquistados - ainda na época de Adilson Batista -, que deixam o Atlético-GO estacionado na lanterna da tabela de classificação. A situação já expõe o medo do rebaixamento. "Temos que trabalhar muito e pensar em rebaixamento, sim", disse Hélio dos Anjos, sem confirmar se poderia pedir demissão em breve. "Já tenho uma decisão direcionada, mas não vou falar agora. Também não tenho que procurar a diretoria, ela é que tem que me procurar. Não quero falar sobre isso".

Ajude o Atlético-GO a aumentar sua torcida virtual

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG