Zagueiro Victor Ramos deu a vitória ao time baiano sobre o clube de Natal nos acréscimos da segunda etapa

Agência Estado

Com um gol do zagueiro Victor Ramos já aos 49 minutos do segundo tempo, o Vitória bateu o ABC por 1 a 0, neste sábado, no Estádio Frasqueirão, em Natal, pela nona rodada da Série B do Brasileiro. Assim, frustrou a estreia do técnico Ademir Fonseca no time potiguar.

Confira a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

ABC e Vitória se enfrentaram em jogo emocionante neste sábado
Futura Press
ABC e Vitória se enfrentaram em jogo emocionante neste sábado

Contratado para o lugar de Márcio Goiano, Ademir Fonseca não conseguiu evitar que o ABC sofresse a segunda derrota seguida, ficando com os mesmos nove pontos. Já o Vitória se consolidou no G4, o grupo de acesso da Série B, e aparece em terceiro lugar, com 19 pontos.

América-MG supera o Atlético-PR e assume a liderança da Série B

O primeiro tempo em Natal foi bastante equilibrado, com os dois times criando chances. O Vitória exigiu boas defesas do goleiro Andrey em chutes de fora da área, mas os principais lances foram dos donos da casa, que, no entanto, não conseguiram abrir o placar.

Na volta do intervalo, o Vitória tomou conta do jogo. Já o ABC encontrava muitas dificuldades para levar perigo ao goleiro Douglas. Para piorar, Guto foi expulso e deixou os donos da casa com um jogador a menos. Nos acréscimos, Victor Ramos fez o gol de cabeça.

O ABC volta a campo apenas no próximo sábado, quando enfrenta o Atlético-PR, em Paranaguá, pela décima rodada da Série B. Antes disso, o Vitória recebe o Paraná na terça-feira, em Salvador.

FICHA TÉCNICA:

ABC 0 x 1 VITÓRIA

GOL - Victor Ramos, aos 49 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT)

CARTÕES AMARELOS - Guto, Raul, Pedro Silva, Alisson, Mansur e Nino Paraíba

CARTÃO VERMELHO - Guto

RENDA - R$ 56.097,00

PÚBLICO - 7.005 pagantes

LOCAL - Estádio Frasqueirão, em Natal (RN)

ABC - Andrey; Pedro Silva (Edson), Alisson, Eduardo e Renatinho Potiguar (Aírton); Guto, Biléu, Jerson e Raul; Éderson (Alvinho) e Washington. Técnico - Ademir Fonseca.

VITÓRIA - Douglas; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Mansur; Uelliton, Rodrigo Mancha (Michel), Pedro Ken e Tartá (Eduardo Ramos); Marco Aurélio (Willian) e Neto Baiano. Técnico - Paulo Cesar Carpegiani.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.