Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Coritiba detona arbitragem e lamenta chances perdidas

Marcelo Oliveira acha que o árbitro Wilton Pereira Sampaio interferiu no resultado

Gazeta |

Futura Press
Marcelo Oliveira orienta seus jogadores

Superior tecnicamente, mas sem conseguir transformar a vantagem em gols. Esse foi o resumo do Coritiba na derrota para o Palmeiras por 2 a 0 na primeira partida da decisão da Copa do Brasi. Após a partida, o técnico Marcelo Oliveira apontou para aquele que acredita ser um dos responsáveis pelo resultado: o árbitro Wilton Pereira Sampaio, que teria invertido algumas jogadas, ignorado pelo menos uma penalidade para o Coxa, apesar de ter expulsado o chileno Valdívia.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Completa indignação. O ano passado também aconteceu. Tivemos na final um pênalti na partida contra o Vasco. Passou e ninguém comentou muito. E aqui alguns lances muito estranhos. Existe uma comunicação total entre arbitragem e assistentes. O Éverton Costa foi puxado claramente pelo calção e ninguém deu”, analisou o treinador, que viu interferência no resultado. “O Palmeiras não deu trabalho ao Vanderlei, mas tem uma bola parada forte que matou o jogo. Mas tiveram esses lances que poderia mudar o destino desse jogo”, completou.

Veja também: Thiago Heleno comemora “gol mais importante da vida”

No entanto, não sobrou só para a arbitragem. O ataque do Coritiba também foi cobrado pelos gols perdidos, que poderiam ter diminuído a vantagem adversária para o segundo confronto. “Criou-se pelo menos três vezes. Alertei isso no intervalo. Um maior poder de decisão, de concentração na hora de fazer o gol. Nos segundo tempo ficou mais difícil, eles recuaram. E isso cabe ao técnico cobrar os jogadores”, disse.

Leia mais: Valdivia brilha com gol e homenagem a Barcos, mas amarga expulsão

Considerado um dos jogadores mais experientes do time, o meia Tcheco também reclamou da arbitragem, mas mostrou confiança para o jogo de volta, na próxima quarta-feira, no Couto Pereira. "A gente não quer tirar o mérito do Palmeiras, mas a arbitragem foi ruim. Não podemos perder nosso foco por isso. Temos um ótimo retrospecto no Couto Pereira”, disse.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG