Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sucesso da Libertadores aproxima Corinthians de patrocínio fixo recorde

Iveco negocia contrato definitivo com o clube que pode render valores inéditos no Brasil

Bruno Winckler , iG São Paulo |

EFE
Iveco quer continuar com o Corinthians

O final de sucesso do Corinthians na Libertadores pode garantir ao clube um acordo recorde de patrocínio para o restante desta temporada e também para o torneio sul-americano de 2013. A Iveco, montadora de caminhões que estampou sua marca no peito e nas costas do uniforme nas partidas contra Santos e Boca Juniors quer continuar a parceria com o clube, mas desta vez com um acordo mais longo.

Em alta, Tite diz que rejeitaria convite da seleção por respeito a Mano

O pedido corintiano é de R$ 35 milhões por ano, sem contar com os valores do aluguel das outras partes da camisa. A barra do uniforme já está vendida para a Fisk por R$ 10 milhões e a Tim paga R$ 2 milhões pelos números. O montante desejado pela diretoria de marketing, somando o arrecadado com axilas e omoplatas, é R$ 56 milhões, o que deixaria o clube atrás apenas do Barcelona em valores arrecadados com patrocínio.

“Estamos em negociações que devem se concretizar em breve. Não existe pressa, existe a preocupação de fazer o melhor negocio para o clube e o novo parceiro. Não há prazo”, disse o gerente de marketing corintiano, Caio Campos.

Patrocínio pedido pelo Corinthians o deixaria atrás só do Barcelona

A favor do Corinthians está a exposição que o clube terá até o final do ano por conta da participação no Mundial de Clubes. O s diretores sabem disso e tentam fechar um acordo mais alto do que os R$ 30 milhões previstos no início do ano. As finais da Libertadores tiveram recorde de audiência em TV aberta no ano. No Mundial não seria diferente.

Em festa, Corinthians ignora Brasileiro e vai com reservas contra Sport

O Corinthians fechou com a Iveco um acordo de R$ 800 mil por jogo (R$ 3,2 milhões por semifinal e final). A empresa não se arrependeu e negocia a extensão da parceria. A empresa aumentou suas vendas no Brasil seis vezes nos últimos cinco anos e antes do Corinthians já sido patrocinadora oficial do campeonato argentino.

Os acordos pontuais foram muito válidos para o Corinthians a partir do jogo de volta das quartas de final contra o Vasco. O clube conseguiu nestas cinco partidas arrecadar 1/3 do valor esperado para a temporada. “Os patrocínios pontuais são sempre bem vindos quando não atrapalham a negociação de um patrocinador permanente. Estas oportunidades são vendidas em valores mais altos do que o patrocínio a longo prazo”, comenta Campos.

Entre para a torcida virtual do Corinthians

Leia tudo sobre: corinthianspatrocíniolibertadores 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG