Partidas históricas tiveram goleadas, bola na lagoa, grandes craques e até gol de barriga

Neste sábado, o famoso clássico Fla-Flu comemora 100 anos de seu primeiro jogo, realizado em 07/07/1912 - vitória tricolor por 3 a 2. Ao todo, são 379 jogos disputados, com 136 vitórias do Flamengo , 119 do Fluminense e 124 empates. Neste século de muita rivalidade, partidas épicas marcaram época, como o famoso "Fla-Flu da lagoa", a despedida de Zico com goleada rubro-negra e a conquista tricolor com gol de barriga de Renato Gaúcho. 

E para você, qual foi o maior Fla-Flu da história? Deixe seu comentário!

Clássico Fla-Flu: 100 anos de muita rivalidade
Photocamera
Clássico Fla-Flu: 100 anos de muita rivalidade

No domingo, Flamengo e Fluminense escrevem mais uma página na história do clássico, já que as equipes se enfrentam pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro , no Engenhão. Antes do 380 duelo entre os rivais, relembre os 10 maiores Fla-Flus da história :

07/07/1912 - Fluminense 3 x 2 Flamengo - Começa a história centenária
Após ver uma dissidência tricolor fundar o departamento de futebol do rival da Gávea, o Fluminense não deu bola e venceu o primeiro Fla-Flu de todos os tempos. Edward Calvert, logo no primeiro minuto, foi o responsável por anotar o primeiro gol do clássico, eterninando seu nome na centenária história do duelo. O recém-criado time do Flamengo ainda lutou, mas não foi páreo para o adversário. No final, Fluminense 3 x 2 Flamengo. A partir daí, contruiu-se uma história espetacular, em um dos derbies mais famosos do futebol brasileiro e mundial.

23/11/1941 - Flamengo 2 x 2 Fluminense - O "Fla-Flu da lagoa"
Esse não foi o clássico mais técnico da história, mas sem dúvida foi o marcante em termos de emoção. O Flamengo precisava vencer o Fluminense para ser campeão carioca, mas saiu perdendo por 2 a 0. O time rubro-negro arrancou o empate através do lendário Pirillo, e precisava de apenas mais um tento para levantar a taça. Para ganhar tempo, os tricolores passaram a chutar bolas na lagoa Rodrigo de Freitas (ao lado do estádio da Gávea, onde a partida foi disputada), até que a partida acabasse por falta de pelotas.

Uma das poucas imagens do Fla-Flu da lagoa, quanto o Flu sagrou-se campeão carioca em partida épica
Arquivo
Uma das poucas imagens do Fla-Flu da lagoa, quanto o Flu sagrou-se campeão carioca em partida épica

Quando a última bola caiu na lagoa, o Flamengo colocou seu time de remadores para resgatá-las, em um momento épico. Com a ajuda do time de remo, a partida até prosseguiu e o time rubro-negro pressionou até o fim, mas não conseguiu o gol da virada. O Fluminense, que terminou com um a menos e também com o heróico goleiro Batatais jogando mesmo com a clavícula deslocada, sagrou-se campeão carioca de 1941.

Infográfico: Escale Flamengo e Fluminense históricos para um clássico dos sonhos

24/03/1943 - Fluminense 5 x 1 Flamengo - A maior goleada tricolor
Pouco mais de 30 anos depois do primeiro clássico, o Fluminense conquistou aquela que até hoje é sua maior goleada sobre o rival: 5 a 1, pelo Torneio Relâmpago do Rio de Janeiro. Maracaí (3), Carreiro e Adílson foram os reponsáveis por detonar o rubro-negro em 1943. O time tricolor, aliás, já venceu três outras vezes por quatro gols de diferença - porém, nunca marcando cinco gols em cima do rival como no Torneio Relâmpago.

10/06/1945Flamengo 7 x 0 Fluminense - A maior goleada rubro-negra
A resposta flamenguista pela goleada de 1943 veio pouco mais de dois anos depois, durante partida do Torneio Municipal. Um estrondoso 7 a 0 causa até hoje pesadelos nos tricolores, naquela que é ao mesmo tempo a maior goleada do Flamengo em cima do rival e também do centenário clássico Fla-Flu. Adílson (3) e Tião (2) foram em grande parte responsáveis pelo massacre, mas o nome do jogo foi mesmo Pirillo, que tinha o rival como uma de suas vítimas favoritas. Ele fez quatro gols e lavou a alma rubro-negra.

194.603 lotaram o Maracanã no maior público da história dos Fla-Flus, na final do Carioca de 1963
Arquivo
194.603 lotaram o Maracanã no maior público da história dos Fla-Flus, na final do Carioca de 1963

15/12/1963 - Flamengo 0 x 0 Fluminense - O maior público da história
A final do Campeonato Carioca de 1963 teve o maior público da história do estádio do Maracanã: 177.656 pagantes, com 194.603 presentes - mais gente até do que na final da Copa do Mundo de 1950. O time da Gávea entrou em campo precisando de um empate para levantar a taça, enquanto os tricolores buscavam a vitória a todo custo. Os dois times disputaram os lances com muito cuidado em todo seu primeiro tempo, com o Fla mais preocupado em se defender e o Flu querendo o gol, mas sem coragem de se lançar totalmente.

No segundo tempo, o Fluminense decidiu procurar a vitória a qualquer custo. A equipe entrou em campo com uma tática ofensiva mais declarada, passando a predominar no ataque, enquanto o rival procurou se manter na defesa. Os últimos dez minutos foram dramáticos, com os tricolores pressionando e os rubro-negros afastando de todas as maneiras. Após o apito final, o 0 a 0 garantiu o título flamenguista e a cidade do Rio de Jeneiro foi pintada de vermelho e preto. Foi o fim de um jejum de oito anos sem conquistas estaduais do Fla.

11/12/1983  - Fluminense 1 x 0 Flamengo - Assis, o carrasco
Flamengo, Fluminense e Bangu formaram o triangular que decidiu o Campeonato Carioca de 1983. O time tricolor empatou com o Bangu em sua estreia, e precisava vencer o rival rubro-negro a todo custo para ainda sonhar com o título. A partida seguia em um tenso 0 a 0 e a torcida flamenguista já cantava "é campeão" quando Assis, então apenas um atacante recém-contratado pelo time das Laranjeiras, fez explodir o Maracanã.

Assis: carrasco do Flamengo na
Photocamera
Assis: carrasco do Flamengo na "final" de 1983

Aos 45 minutos do segundo tempo, ele recebeu lançamento de Delei, invadiu a grande área e fez o gol da vitória do Fluminense, levando os torcedores tricolores ao delírio. Assis se tornaria a partir daí um dos maiores ídolos da história do Flu, e também um dos grandes personagens do clássico Fla-Flu. Além da grande vitória, o time tricolor ainda se sagrou campeão carioca daquele ano após o Flamengo vencer o Bangu por 2 a 0, deixando a taça de presente para o rival.

16/02/1986 - Flamengo 4 x 1 Fluminense - Zico e Sócrates detonam o Flu
No Fla-Flu que abriu o Campeonato Carioca de 1986, duas lendas do futebol brasileiro, Zico e Sócrates, jogaram pela primeira vez juntos com a camisa do Flamengo. O adversário seria a "Máquina Tricolor", então tricampeã estadual e campeão brasileira de 1984. No Maracanã em polvorosa, Zico, então sofrendo com lesões, ouvia a torcida do Fluminense chamá-lo de "bichado", principalmente em referências às dores no joelho que atormentavam o craque - que havia feito quatro gols no rival cerca de 10 anos antes, em sua melhor atuação no clássico.

Em campo, o esquadrão rubro-negro formado por Leandro, Jorginho, Mozer, Andrade, Sócrates, Zico, Adílio e Bebeto destruiu o Fluminense por 4 a 1, com três gols do "Galinho" -  que ainda deu assistência para Bebeto completar o placar. Ao final do jogo, a massa rubro-negra cantava ensandecida: "Recordar é viver, o Zico acabou com você!". Enquanto isso, o camisa 10 do Flamengo chorava sem parar no vestiário, num desabafo àqueles que diziam que sua carreira estava acabada.

02/12/1989 - Flamengo 5 x 0 Fluminense - A despedida de Zico
Pouco mais de três anos após detonar o Fluminense em uma das grandes atuações de sua carreira, Zico fez sua despedida oficial dos gramados em outro Fla-Flu. Não foi no Maracanã lotado, porém: em um jogo de Campeonato Brasileiro que valia pouca coisa, os rivais se enfrentaram em Juiz de Fora-MG. Mas Fla-Flu sempre é Fla-Flu, e o resultado desta partida também ficou marcado na centenária história do clássico.

Zico se despediu do Fla em grande estilo, marcando de falta em goleada por 5 a 0 sobre o eterno rival
AE
Zico se despediu do Fla em grande estilo, marcando de falta em goleada por 5 a 0 sobre o eterno rival

Fazendo muito sacrifício para jogar, já que vinha há tempos sofrendo com lesões musculares e no joelho, Zico fez de falta, sua marca registrada, o primeiro tento da goleada por 5 a 0. Ele ainda deu assitência preciosa para Renato Gaúcho fazer o segundo do Fla. Aos 7 minutos do segundo tempo, já não aguentando mais ficar em pé, o "Galinho de Quintino" pegou a bola do jogo em suas mãos e foi substituído, deixando orfãos milhões de rubro-negros. Os torcedores do Flamengo, porém, ainda se deliciaram com mais três gols em cima do rival.

25/06/1995  - Fluminense 3 x 2 Flamengo - De barriga para o título
O Campeonato Carioca de 1995 foi decidido em um octogonal final. Na última rodada do returno, o Flamengo, líder, precisava apenas de um empate contra o Fluminense para sagrar-se campeão estadual no ano de seu centenário. A partida, porém, começou desastrosa para o time rubro-negro, com o rival abrindo 2 a 0. Em uma reação espetacular, porém, a equipe de Gávea buscou o empate e aproximou-se do título. Aos 42 minutos do segundo tempo, a torcida flamenguista soltou o grito: "É campeão!".

De barriga, Renato Gaúcho fez um dos gols mais importantes da história do clássico Fla-Flu
Gazeta Press
De barriga, Renato Gaúcho fez um dos gols mais importantes da história do clássico Fla-Flu

Mas eles não contavam com a estrela de Renato Gaúcho. Ou melhor, com a barriga do craque. Após receber lançamento pela direita, o meia Aílton entortou Charles Guerreiro e bateu para o gol. A bola ia para fora, mas bateu na barriga de Renato Gaúcho e entrou, naquele que é talvez o gol mais lembrado da centenária história dos Fla-Flus. Vitória do Fluminense, campeão carioca de maneira antológica em pleno centenário do rival.

12/08/2009 - Fluminense 0 x 0 Flamengo - O primeiro Fla-Flu internacional
O Fla-Flu de 12 de agosto de 2009 não foi exatamente uma partida épica. Pelo contrário: deu até sono. Mas ficou marcado na história do clássico por ter sido o primeiro clássico disputado em uma competição internacional. Os rivais se enfrentaram pela primeira fase da Copa Sul-Americana, e a primeira partida ficou no 0 a 0. No segundo duelo, novo empate, desta vez por 1 a 1, com os tricolores avançando devido ao gol marcado "fora de casa" (os dois jogos foram no Rio de Janeiro, mas o Fla tinha o mando da partida de volta). O Flu chegaria até a final da competição, mas acabaria derrotado pela LDU, do Equador.

Quem vence o Fla-Flu do centenário? Discuta na Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.