Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Justiça da Paraíba determina a exclusão do Rio Branco-AC da Série C

Juíza fixou multa de R$ 200 mil por dia caso a CBF não retire o time acreano da competição

Gazeta | - Atualizada às

A Série C do Campeonato Brasileiro continua sofrendo interferência da Justiça da Paraíba. Além da inclusão do Treze-PB no torneio - depois de um mês de competição paralisada -, agora a 1ª Vara Cível de Campina Grande ordenou a exclusão do Rio Branco-AC.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Divulgação
Rio Branco-AC está na mira da Justiça da PB

Segundo decisão da juíza Ritaura Rodrigues, a decisão favorável à equipe paraibana há cerca de duas semanas não tinha o objetivo de mera inclusão do Treze-PB no campeonato. O clube deveria tomar o lugar que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) dá aos acreanos.

VEJA: CBF inclui Treze-PB na Série C por decisão, e torneio terá 21 equipes

A magistrada ainda fixou multa de R$ 200 mil por dia caso a CBF não exclua imediatamente o Rio Branco-AC da Série C. Neste domingo, a equipe tem a estréia marcada para às 16h (horário de Brasília), contra o Icasa, em Juazeiro do Norte.

George Ramalho Junior, advogado do Treze-PB e a CBF não foram encontrados para comentar o caso.

Relembre o caso
O Treze-PB obteve, com decisão cautelar, vaga na Série C. O clube alega que o Rio Branco-AC não teria direito a jogar a competição porque, no ano passado, não esgotou as instâncias esportivas e ingressou na Justiça Comum contra a interdição de seu estádio.

A equipe do Acre, então, seria eliminada da Série D de 2011, dando aos paraibanos, quintos colocados, o acesso à Série C. Os advogados do Treze-PB alegam que o erro é da CBF, que não teria desclassificado o Rio Branco-AC, enquanto a Confederação afirma que a equipe não tem direito a jogar a Série C.


Leia tudo sobre: CBFSérie C 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG