Zagueiro confirmou acerto com clube italiano: "Há algum tempo eles estão atrás de mim e fizeram uma proposta que balançou muito"

Titular absoluto da defesa corintiana na conquista do primeiro título da Libertadores, o zagueiro Leandro Castán confirmou nesta sexta-feira que está de saída. O camisa 4 realmente acertou sua ida para a Roma e deve conceder entrevista coletiva nesta tarde.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Castán esta de saída do Corinthians e vai para a Roma, da Itália
AP
Castán esta de saída do Corinthians e vai para a Roma, da Itália

"Hoje (sexta-feira) vou no CT conversar com a diretoria e depois vamos nos pronunciar em coletiva, mas realmente está certo com a Roma. Há algum tempo eles estão atrás de mim e fizeram uma proposta que balançou muito, boa para o Corinthians também. É complicado para eu me despedir porque me identifiquei muito, mas saio com a sensação de missão cumprida", disse o jogador, em entrevista para a Rádio Bandeirantes .

Leia mais:  Sucesso da Libertadores aproxima Corinthians de patrocínio fixo recorde

Aos 25 anos, Castán chegou ao clube em 2010, contratado junto ao Grêmio Barueri. Adaptado ao time de Parque São Jorge, que detém 100% de seus direitos federativos, o zagueiro fez parte do firme sistema defensivo de Tite, que, além da vitória na competição continental, ajudou o clube a faturar o Brasileirão, no ano passado.

Veja também:  Em alta, Tite diz que rejeitaria convite da seleção por respeito a Mano Menezes

Nas recentes semanas, o interesse da Roma cresceu, e a imprensa do país revelou que os italianos irão pagar R$ 13 milhões, por quem eles consideram ser o "novo Lúcio", em alusão ao zagueiro pentacampeão mundial. Mário Gobbi, presidente do Corinthians, revelou na quarta-feira que havia o interesse, mas a negociação sofreria um "pit stop", por conta da partida com o Boca Juniors.

Confira ainda: Castán se despede de goleiro Julio Cesar, mas Tite diz que vai amarrá-lo no CT

Apesar do interesse antigo, Castán ressaltou que não queria deixar o clube antes do final da campanha na Libertadores. "Pensando com a minha família, considerei que seria um momento importante, ir para um mercado como o italiano, em um clube que já teve grandes brasileiros, como Antônio Carlos, Cafu e Aldair. Isso me cativou. Mas a gente esperava a Libertadores, porque sabíamos que era importante esta conquista e não ia sair antes disso", afirmou.

Sem passaporte europeu, o jogador irá tomar uma das vagas para estrangeiros da Roma, fato que, para Castán, confirma a confiança que seu novo clube tem nele. Após a inédita conquista continental, o Timão pode começar a sofrer um desmanche: além do zagueiro, Willian já está acertado com o Metalist-UCR. Alex, Paulinho e Ralf já foram assediados com propostas milionárias e reservas podem ser liberados, como Gilsinho, Cachito, Liedson e Ramon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.