Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jesus Lopes descarta Felipão e diz que contratará técnico em até três semanas

"Seria extremamente deselegante incluir o Felipão na nossa relação", afirmou o vice-presidente de futebol do São Paulo

Gazeta |

Milton Cruz continuará comandando interinamente o São Paulo neste domingo, contra o Coritiba, e pode ficar no banco de reservas até o final do mês. De acordo com o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes, a chegada do substituto de Emerson Leão levará até três semanas. E existe a garantia de que não será Luiz Felipe Scolari.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Vipcomm
João Paulo de Jesus Lopes descartou o interesse em Felipão

"Seria extremamente deselegante incluir o Felipão na nossa relação. É um bom treinador, tem conquistas memoráveis, mas para nós prevalece o preceito que foi dito pelo presidente do Palmeiras de que o treinador não deveria ser cedido porque para ele é um pára-choque. Não faz parte das nossas cogitações", assegurou o dirigente.

Leia mais: São Paulo renova empréstimo de Denilson por mais um ano

A consulta do Tricolor pelo técnico do rival foi feita em outubro do ano passado, logo depois da demissão de Adilson Batista. Arnaldo Tirone avisou que não liberaria seu treinador e o clube do Morumbi, então, optou por apostar em Leão inicialmente por um contrato de dois meses.

Agora, embora o presidente Juvenal Juvêncio tenha dito ter pressa por um novo comandante logo após dispensar Leão, Jesus Lopes garante tranquilidade na busca por um nome. "Não trabalhamos com prazo e nem nos impusemos isso. De duas a três semanas, devemos ter uma definição", disse o vice-presidente.

Confira ainda: Com presidente 'atuante' também no Figueirense, Maicon agradece Juvenal

Apesar de, oficialmente, os dirigentes dizerem não ter nenhum nome definido, já existem indícios de quem deve ser o novo técnico. A forma com a qual Milton Cruz tem domado os atletas fortaleceu a chance de Marcelo Oliveira, do Coritiba, ser procurado, mas profissionais como Dunga, Muricy Ramalho, Abel Braga e Paulo Autuori também despertam interesse. E Juvenal não pensará duas vezes em contratar alguém empregado.

"O fato de estar empregado não significa nenhum obstáculo para nós, não é nenhum problema. Na última vez que isso aconteceu, atuamos dentro dos princípios éticos", disse Jesus Lopes, lembrando que Paulo César Carpegiani trocou o Atlético-PR pelo São Paulo em 2010.

Apesar de ser um sonho do vice-presidente, a chegada de um treinador estrangeiro deve ser adiada, ao menos, até o início do próximo ano. O objetivo é trazer alguém que saiba lidar com um elenco considerado competitivo, algo que Leão não conseguiu na visão dos dirigentes. "O perfil é aquele que o São Paulo sempre pretende: alguém competente para somar com o ótimo elenco que temos", falou Jesus Lopes.

Leia tudo sobre: jesus lopesfelipãosão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG