Decisão entre Corinthians e Boca Juniors deve promover gritaria em milhares de prédios

Em jogos decisivos, a provocação entre vizinhos é quase uma tradição. Nesta quarta-feira, na final da Copa Libertadores , milhares de corintianos vão gritar pela janela se o clube do Parque São Jorge marcar um gol ou faturar o título inédito. Em caso de gol ou conquista do Boca Juniors , outros milhares de torcedores de Palmeiras, São Paulo, Santos, entre outros, não vão perder a oportunidade de berrar para provocar os corintianos.

E MAIS:  Corinthians e Boca Juniors reescrevem história da Libertadores no Pacaembu

De qualquer forma, corintianos e anticorintianos precisam tomar cuidado para não extrapolarem nas comemorações. Caso contrário, os torcedores podem até ser multados. Segundo a Lello Condomínios, empresa líder em administração condominial no Estado, o barulho excessivo após às 22h é a causa de 40% das multas aplicadas contra moradores de condomínios na cidade de São Paulo.

CONFIRA: Corinthians pode ser o 6º campeão invicto em Libertadores

O valor da multa varia de acordo com o regulamento interno de cada prédio. No entanto, de acordo com o Código Civil Brasileiro, a multa pode chegar a até dez vezes o valor mensal do condomínio.

“Durante e após os jogos, que normalmente terminam tarde, as comemorações são excessivas. Até nos corredores e salão de festas as pessoas conversam ou gritam de forma exagerada não respeitando o sono alheio”, explica Daniel dos Santos Júnior, gerente de atendimento da Lello.

Veja fotos dos preparativos da final da Libertadores :

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.