Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Buscando "maior conquista da carreira", Assunção cogita até adiar aposentadoria

Volante do Palmeiras lembra de tempos difíceis no Prudente e diz que teve sonho no qual levanta a taça da Copa do Brasil

Francisco De Laurentiis - iG São Paulo |

Gazeta Press
Marcos Assunção pode adiar a aposentadoria

O volante Marcos Assunção teve uma carreira vitoriosa no futebol europeu. Conquistou títulos importantes na Itália e na Espanha, e deixou até Iker Casillas, goleiro da seleção espanhola, com medo de suas cobranças de faltas. Em 2009, porém, ele encerrou uma passagem pelo futebol dos Emirados Árabes e por pouco não pendurou as chuteiras. Sem interesse de clubes brasileiros, foi jogar no Grêmio Barueri (que depois virou Prudente) de graça. Fez sucesso e acabou acertando com o Palmeiras em 2010. Agora, o veterano tem a chance de conquistar a Copa do Brasil pelo time alviverde. E essa promete ser a maior conquista de sua carreira, segundo o próprio. A decisão, contra o Coritiba, começa nesta quinta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), na Arena Barueri.

Assunção vai levantar a taça da Copa do Brasil? Deixe seu palpite!

"Fui campeão da Itália, em Dubai e na Espanha. Mas a minha maior conquista, no entanto, vai ser no Palmeiras, porque eu voltei depois de dez anos (no exterior) e ninguém me queria, me consideravam velho e eu tinha só 32 anos. Aí eu fui parar no Prudente. E essa (Copa do Brasil) vai ser a minha maior conquista, se eu ganhar. Por isso, por eu ter ficado de maio de 2009 até dezembro de 2009 só treinando e sem receber nada, essa conquista vai ser a mais importante", afirmou o capitão alviverde. Aos 36 anos, Assunção marcou a temporada para o fim de 2012, mas pensa até em mudar a data no caso da conquista de um título.

VEJA: Henrique pega um jogo de suspensão e pode atuar na segunda partida da final

Getty Images
Assunção, no Betis, marca Ronaldinho, então no Barcelona: volante teve carreira de sucesso na Europa, mas agora quer título no Palmeiras

"Sim, penso em aposentar depois. Mas vamos esperar isso passar, esperar ver o que acontece. Se o Palmeiras ganhar, eu gostaria de prolongar a carreira, sim. Mas temos duas grandes batalhas pela frente e vamos tentar passar pelo adversário, que também quer ser campeão. Deixa para eu pensar depois, ver o que acontece, mas a princípio eu quero ganhar, quero fazer parte da história do Palmeiras", disse.

MAIS: Palmeiras tenta melhorar acesso de torcedores à Arena Barueri

Marcos Assunção, inclusive, revela que teve um sonho no qual se vê levantando a taça da competição mata-mata: "Penso muito nessa imagem (levantar a taça) desde que passamos pelo Grêmio (na semifinal). Até sonhei com isso, porque me lembrei de vários amigos conquistando títulos e levantando a taça. Para mim, vai ser uma coisa emocionante. Meu filho é palmeirense e, brincando, falei dessa possibilidade. Mas sei que vai ser muito difícil", ressaltou o volante, que quer vencer a Copa do Brasil para ficar eternizado na Academia de Futebol do Palmeiras, assim como os ídolos do passado do clube.

CONFIRA: Band se entende com a Globo e anuncia final da Copa do Brasil na TV aberta

"No vestiário, há quadros de jogadores campeões de Libertadores, Paulistão, Brasileiro... Conversamos muito sobre isso, para colocarmos um quadro com nossa foto, o que seria uma satisfação enorme. Quando estiver velho e barrigudo, quero ver que fui campeão", afirmou o experiente jogador, que também diz não se importar com a pressão de 12 anos sem títulos nacionais no Palmeiras: "Teria pressão se estivéssemos fora. Agora, o que existe é uma motivação maior para conseguir o título. Não podemos estar pressionados, temos de estar emocionados depois de 12 anos. Temos de fazer história no Palmeiras".

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG