Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Seleção italiana desembarca em Roma sob aplausos após vice na Euro 2012

Cerca de mil torcedores foram ao aeroporto para receber a equipe de Cesare Prandelli

EFE | - Atualizada às

EFE

Reuters
Balotelli é recebido pelo presidente da Itália

Um dia depois de ter perdido a final da Euro 2012 por 4 a 0 para a Espanha, a seleção da Itália desembarcou nesta segunda-feira no aeroporto de Fiumicino, em Roma, bastante aplaudida por cerca de mil pessoas.

A Itália mereceu a derrota por 4 a 0 na final? Comente!

Os jogadores da Azzurra agradeceram o apoio recebido por parte dos torcedores mesmo após a derrota no Estádio Olímpico de Kiev e se dirigiram ao palácio do Quirinale, onde foram recebidos pelo presidente Giorgio Napolitano.

FOTOS: Euro 2012 foi marcada pelas beldades dentro e fora dos estádios

Vestida com terno e gravata da seleção, a delegação se mostrou mais animada que no domingo, ainda dentro do campo de jogo após a derrota. Alguns atletas inclusive brincaram com alguns fãs, que tiveram a oportunidade de pegar autógrafos e tirar fotos com eles. O técnico Cesare Prandelli admitiu que esperava a recepção calorosa. O goleiro e capitão da equipe, Gianluigi Buffon, por sua vez, comentou que apesar da "amargura" pelo resultado contra Espanha, serve de consolo o fato de terem feito "uma grande Eurocopa".

Reuters
Torcedores se amontoam para receber o ônibus da delegação italiana após o vice na Euro 2012

"Disputamos a final contra os mais fortes em condições não muito boas", disse Buffon. O camisa 1 se referiu ao cansaço de alguns jogadores e às lesões do zagueiro Giorgio Chiellini e do volante Thiago Motta, que saiu do campo de maca e não pôde ser substituído porque Prandelli já havia feito as três alterações.

E MAIS: Após dúvida, Prandelli diz querer continuar como técnico da Itália

Os torcedores agradeceram à delegação por ter chegado à final da Eurocopa, disputada em um momento difícil para o futebol italiano, abalado por um novo escândalo de apostas ilegais e combinação de resultados. Muitos dos gritos de apoio foram para Prandelli, elogiado por ter devolvido a confiança ao grupo, em baixa pela fraca campanha na Copa da África do Sul.

Leia tudo sobre: Futebol MundialItáliaEuro 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG