Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após dúvida, Prandelli diz querer continuar como técnico da Itália

Treinador classifica projeto na Azzurra como "fascinante" e afirma que derrota na final da Euro contribuiu para a permanência

Gazeta |

Goleado na final da Eurocopa por 4 a 0 pela seleção espanhola, o técnico Cesare Prandelli disse que não deseja deixar a Itália após a perda do título continental. Embora antes da decisão o comandante tenha cogitado uma saída, o treinador vice-campeão da Euro ressaltou que o projeto na Azzurra é "fascinante".

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

AP
Cesare Prandelli permanecerá no comando da seleção italiana após a Eurocopa


Leia mais sobre futebol italiano no blog Tripletta

"Tive meus momentos em que pensei em algumas coisas, mas a relação com a federação italiana sempre foi muito boa. O projeto continua", ressaltou o treinador, que havia alegado a forte pressão na seleção como um possível motivo para deixar a equipe ao término da Eurocopa.

Veja também: Buffon reconhece mérito da Espanha e admite que adversário foi superior

Segundo ele, porém, a goleada sofrida frente os espanhóis em Kiev foi decisiva para decidir continuar. "Claro que, na minha decisão, esta derrota é um fator, pela impossibilidade de deixar a seleção deste jeito. Este é um projeto fascinante. Difícil, mas fascinante", completou Prandelli.

E mais: Iniesta é eleito o melhor jogador da Euro 2012

O treinador da Azzurra assumiu a equipe após o insucesso de Marcello Lippi, na Copa do Mundo de 2010. Na competição que terminou com o título da Espanha, a Itália terminou aquele Mundial na última posição de seu grupo, atrás de Paraguai, Eslováquia e Nova Zelândia. Em meio ao processo de reestruturação, Prandelli deverá ter uma reunião com o presidente da Federação, Giancarlo Abete, nos próximos dias.

Leia tudo sobre: futebol mundialitáliaprandellieuro 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG