Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No reencontro com Falcão, Inter arranca empate do Bahia em Salvador

Gabriel abriu o placar para o time da casa, mas viu Índio cabecear para garantir o empate ao time de Porto Alegre

Gazeta |

Em um jogo equilibrado no Estádio de Pituaçu, Bahia e Internacional ficaram no empate em 1 a 1. A partida marcou o reencontro do técnico Paulo Roberto Falcão, hoje comandante dos baianos, com o time gaúcho. Gabriel abriu o placar para o time da casa no finzinho do primeiro tempo, mas Índio empatou na segunda etapa.

Gazeta
Gabriel comemora gol que abriu o placar em Salvador


Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

No primeiro tempo, o Bahia tentou impor seu ritmo, mas viu o Internacional criar as melhores oportunidades de gol. No último lance, porém, Gabriel aproveitou erro de Índio e abriu o placar. Na etapa final, o jogo foi mais aberto. Quando o Bahia mais pressionava, o Inter alcançou o empate justamente com Índio, que falhara no gol baiano.

Sétimo colocado, com 12 pontos, o Internacional terá agora dois jogos em casa. O primeiro deles ocorrerá sábado que vem, em Bento Gonçalves, contra o Cruzeiro. Na outra semana, a equipe de Dorival Júnior receberá o Santos. Já o Bahia, que está em 16º, com apenas sete pontos, visita o Botafogo, também no sábado, no Engenhão.

VEJA IMAGENS DA SÉTIMA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO:


O jogo

O Bahia teve o controle territorial da primeira etapa, mas as melhores chances foram criadas pelo Inter. Nos primeiros minutos, os baianos tentavam ocupar o campo colorado, mas o primeiro chute a gol foi gaúcho: D’Alessandro, aos nove minutos, tentou de fora da área, sem perigo. Aos 13, Oscar bateu com falta com perigo e Marcelo Lomba deu tapinha para escanteio.

Aos 20, Leandro Damião ganhou da zaga por cima após cruzamento de Jajá e cabeceou por cima do gol. Três minutos depois, Oscar recebeu na área, mas demorou a concluir e perdeu a chance. O Bahia tentou responder no minuto seguinte, mas, assim como Oscar, Elias também não conseguiu o chute.

O jogo seguiu em ritmo lento. O Inter chegaria mais duas vezes com perigo no primeiro tempo: aos 30, Damião pegou rebote na área e serviu Oscar, que chutou em cima de Titi. Aos 36, Nei cobrou falta buscando o ângulo, mas Lomba fez boa defesa. No último lance da etapa inicial, o Bahia enfim chegou com perigo: Índio errou ao tentar afastar um cruzamento e a bola sobrou para Gabriel, que fuzilou o goleiro Muriel: 1 a 0.

Na etapa complementar, o Bahia começou bem melhor. A primeira chegada foi de Gabriel, que limpou a marcação de Elton e chutou para boa defesa de Muriel. Aos cinco, Elias caiu na área, mas o árbitro não marcou o pênalti. Dois minutos depois, Diones chutou com perigo e quase fez o segundo. No minuto seguinte, o Inter enfim respondeu: Damião recebeu na área, Danny Morais salvou, Titi tentou afastar e a bola rebateu no centroavante colorado, saindo pela linha de fundo.

O Bahia seguiu em cima. Aos 14, Jones chutou forte, mas Muriel defendeu. No minuto seguinte, Gabriel chutou cruzado, Elias tentou completar para as redes, mas não alcançou a bola. Em seu pior momento no jogo, o Inter chegou ao empate: Fabrício cruzou após apanhar rebote de falta, Índio recebeu livre na área, ajeitou e empatou o jogo.

O jogo então caiu bastante de ritmo. Só nos minutos finais os times arriscaram mais. Aos 40, o Inter pressionou, mas Oscar chutou em cima da zaga. Na sequência, o Bahia puxou contra-golpe e Muriel salvou nos pés de Lulinha. Aos 42, em mais uma boa chegada colorada, Fabrício obrigou Marcelo Lomba a espalmar para escanteio.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio Pituaçu, Salvador (BA)
Data: 1º de julho de 2012 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Griselildo de Souza Dantas (PB)
Cartões amarelos: Diones e Fahel (Bahia); D'Alessandro e Guiñazu (Internacional)
Público: 13.447 pagantes

Gols:
BAHIA: Gabriel, aos 45 minutos do primeiro tempo
INTERNACIONAL: Índio, aos 17 minutos do segundo tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Fabinho, Titi, Danny Morais e Hélder; Fahel, Diones (Kleberson), Mancini e Gabriel (Vander); Jones (Lulinha) e Elias
Técnico: Paulo Roberto Falcão

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kleber (Fabrício); Elton, Guiñazu, D’Alessandro, Oscar e Jajá (Gilberto); Leandro Damião
Técnico: Dorival Júnior

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG