Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Guardiola diz que Espanha não precisa de centroavante para vencer a Itália

Ex-treinador do Barça acredita que seleção de seu país é franca favorita ao título da Eurocopa neste domingo

EFE |

EFE

Josep Guardiola, ex-técnico do Barcelona, declarou à televisão indonésia que a Espanha não precisa da presença de um camisa 9 para marcar gol na Itália. Para o antigo treinador do clube catalão, a seleção espanhola deverá ser a vencedora da Eurocopa 2012.

AP
Técnico Josep Guardiola não poupou elogios à equipe espanhola


Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

"Acho que a Espanha ganhará e fará história. Conseguir o que a Espanha conseguiu, chegar a três finais em quatro anos, é uma conquista impossível de igualar para outra equipe", disse Guardiola, durante uma entrevista à rede indonésia "RCTI" na noite deste sábado.

O técnico chegou a Jacarta neste sábado no meio de uma grande expectativa dos torcedores indonésios, que o receberam com paixão no aeroporto. Guardiola teve palavras de elogio para o técnico da seleção espanhola, Vicente del Bosque, e para os jogadores do Barcelona, os quais comandou durante quatro anos, mas não quis entrar no debate de se a Espanha deve apostar em mudar sua escalação contra a Itália.

"Jogar com ou sem atacante central será o mesmo para a Espanha. A equipe está em boas mãos e Vicente del Bosque é o melhor treinador possível para a seleção espanhola", comentou. "Outros jogadores podem marcar gols além dos atacantes", acrescentou Guardiola, em resposta se Cesc Fábregas devia ser titular na final.

Leia mais: Espanha e Itália duelam por bicampeonato inédito ou fim de tabu de 44 anos

Além disso, opinou que o debate sobre o ataque espanhol não teria surgido se David Villa, artilheiro da seleção em toda sua história, não estivesse lesionado. Está previsto que o ex-técnico do Barça, que chegou à Indonésia procedente da Malásia, participe neste domingo de outro programa de televisão no país.

Leia tudo sobre: espanhaitáliafutebol mundialbarcelonajosep guardiolaguardiolaeuro 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG