"Os últimos dois meses foram difíceis, mesmo com todo o suporte que recebi do time e da federação italiana. Não sei se é isso que estou procurando", disse o treinador

Mesmo sem conseguir fazer a Itália apresentar um futebol encantador, o técnico Cesare Prandelli ajudou a classificar a Azzurra para a decisão da Eurocopa . Em meio ao bom momento vivido pela tetracampeã mundial, que bateu na última quinta-feira a Alemanha, por 2 a 1, na semifinal da competição, o comandante ressaltou as dificuldades à frente da equipe nacional e deixou no ar uma possível saída.

Leia também:  Técnico italiano rasga elogios a Espanha antes da final da Euro

"Os últimos dois meses foram difíceis, mesmo com todo o suporte que recebi do time e da federação italiana. Não sei se é isso que estou procurando. Eu estou falando de qualidade de vida e talvez possa refletir com mais calma. Mas não quero falar mais disso agora", afirmou.

Prandelli comanda treino da Itália
Getty Images
Prandelli comanda treino da Itália


Diante da Espanha, a Itália tenta encerrar a sequência de títulos da Fúria, vencedora da Euro-2008 e da Copa do Mundo, em 2010. Nesta competição de seleções do Velho Continente, as duas equipes já se enfrentaram, e ficaram no empate, por 1 a 1. Para desta vez conseguir bater o time de Vicente Del Bosque, Prandelli quer um time corajoso.

"Jogamos um bom primeiro tempo (no jogo da fase de grupos). Não devemos ter medo de encará-los. É necessário força para atuar com inteligência e qualidade. Temos que jogar assim, como o povo gosta", completou o comandante.

A final está marcada para às 15h45 (de Brasília) de domingo, no Estádio Olímpico de Kiev. Enquanto a Espanha é a atual campeã do torneio, a Itália não vence o título desde 1968.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.