Técnico Oswaldo de Oliveira reclamou do público pequeno no último jogo e jogadores pediram ajuda ao presidente do clube

O Botafogo de Renato (e) conta com o apoio da torcida no Brasileiro
Agência O Globo
O Botafogo de Renato (e) conta com o apoio da torcida no Brasileiro

Após a derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta , no domingo passado, o técnico Oswaldo de Oliveira reclamou do fato de pouco mais de seis mil torcedores terem comparecido ao Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). O fato chamou a atenção dos jogadores, que pediram ao presidente Maurício Assumpção medidas que possam atrair o público para os jogos do time em casa, já que consideram a torcida uma arma importante dentro da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Nós realmente queremos muito a torcida ao nosso lado e o presidente do Botafogo sabe do nosso desejo. O clube todo está trabalhando no sentido de fazer com que a torcida nos dê apoio. Temos consciência, porém, que precisamos fazer a nossa parte para que essa realidade mude e o Engenhão volte a ficar cheio", disse o goleiro Jéfferson , que funciona como um dos líderes do atual elenco.

Leia mais: Fifa autoriza clubes a terem até 12 jogadores no banco a partir de 2013

A ideia de pedir ajuda a Maurício Assumpção partiu dos próprios jogadores, que pediram uma reunião com o dirigente, ocorrida na manhã de quinta-feira. Nas redes sociais, muitos botafoguenses reclamaram dos preços dos ingressos. Contra a Ponte Preta, o bilhete mais barato, que fica atrás de um dos gols, foi de R$ 30. As demais arquibancadas custaram R$ 50.

Veja também: Botafogo espera ter resposta de Seedorf nesta quinta-feira

Além de tentar a redução do preço dos ingressos, o elenco ouviu de Maurício Assumpção a promessa de que o departamento de marketing vai trabalhar para tentar tornar as partidas no Engenhão mais atraentes, já que o estádio sofre com questões envolvendo acesso e transporte público.

E ainda: Loco Abreu está cada vez mais próximo de deixar o Botafogo

Uma prova de que as novas medidas, caso sejam colocadas em prática, podem ser consideradas boas deverá acontecer no dia 7 de julho, quando o Botafogo volta a atuar no Engenhão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo deste fim de semana, contra o Corinthians, previsto para sábado, foi adiado por conta dos compromissos do time paulista na final da Copa Libertadores.

Dentro de campo, sem jogos previstos para antes do dia 7, os jogadores continuam trabalhando. Neste sábado pela manhã acontecerá uma atividade em General Severiano e o domingo será de folga. Existe a possibilidade de um período de treinos entre terça e sexta da próxima semana no centro de treinamentos da Confederação Brasileira de Vôlei, em Saquarema, Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Entre para a torcida virtual do Botafogo:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.