Time queria adiamento de jogo entre as finais da Copa do Brasil, mas não teve sucesso

O Palmeiras esperava evitar um compromisso pelo Campeonato Brasileiro no fim de semana entre os dois jogos da decisão da Copa do Brasil . No entanto, o máximo que o time alviverde conseguiu foi adiar a partida da Ponte Preta do sábado para o domingo. Apesar disso, o presidente Arnaldo Tirone nega que seu clube seja preterido nos bastidores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

O Palmeiras é fraco nos bastidores? Ou Tirone vem fazendo bom trabalho? Comente!

"Não aceito que digam que somos fracos, porque o Palmeiras é forte. Solicitamos o adiamento para depois da final da Copa do Brasil, mas a CBF negou tanto para Palmeiras quanto para o Coritiba  (adversário da final). O Palmeiras é respeitado e estamos falando sempre em relação à arbitragem, recebendo respostas da CBF, porque não queremos ser prejudicados", afirmou o mandatário, que também mostrou pessimismo quanto a uma possível anulação da suspensão do zagueiro Henrique para o primeiro jogo da final .

LEIA:  Palmeiras contesta expulsão e tenta recurso, mas já vê Henrique fora da final

Tirone não comentou adiamento do Corinthians
Gazeta Press
Tirone não comentou adiamento do Corinthians

Mesmo citando o Coritiba como exemplo de clube que não conseguiu o adiamento, Tirone preferiu não comentar a situação do Corinthians , que teria jogo neste fim de semana pelo Brasileirão, mas o duelo contra o Botafogo foi transferido para dia 11 de julho. Com isso, o técnico Tite ganhou dias tranquilos entre os dois confrontos contra o Boca Juniors , pela final da Libertadores. "Não vou entrar no mérito se o Corinthians conseguiu", desconversou Tirone. Com a decisão da entidade máxima do futebol nacional, o Palmeiras terá uma sequência de jogos nas próximas semanas.

E MAIS:  CBF muda horário da final da Copa do Brasil e jogo passará em TV aberta

O alviverde enfrenta o time paranaense no dia 5 de julho, quinta-feira, na Arena Barueri, pelo jogo de ida da final da Copa do Brasil. Em seguida, o time esquece a competição mata-mata para jogar contra a Ponte Preta no dia 8, em Campinas (inicialmente, o compromisso estava programado para o dia anterior). Depois, o último jogo da Copa do Brasil será realizado em 11 de junho, no estádio Major Couto Pereira.

CONFIRA:  Palmeiras lança sócio-torcedor, celebra adesão e quer ser mais rico do país

Apesar do aparente afastamento da CBF, Tirone minimizou a falta de uma visita do presidente José Maria Marin ao Palmeiras. Na semana passada, o mandatário da CBF visitou as instalações de Corinthians, São Paulo, Santos e Jabaquara, mas não foi ao CT alviverde: "O Marin demonstrou interesse de vir ao Palmeiras bem antes e não faltará oportunidade para vir à Arena e ao CT", completou o presidente alviverde, que relançou o programa de sócio-torcedor do Palmeiras na última quinta .

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.