Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para esposa, Breno estava "possuído pelo Satanás" no dia do incêndio

Ex-são-paulino está sendo acusado de incendiar a própria casa na Alemanha

Gazeta |

Reuters
Se condenado, Breno pode pegar até 15 anos de prisão

Mulher do zagueiro Breno, Renata exerceu seu direito de não falar durante o julgamento em que seu marido está sendo acusado de incendiar sua própria casa, a fim de ficar com o seguro, em 20 de setembro de 2011. Contudo, uma escuta telefônica revelou o que a esposa do atleta do Bayern de Munique pensa sobre o ocorrido.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Segundo o Finacial Times, da Alemanha, Renata disse a um amigo que Breno "era alguém naquele dia" e que "Satanás já havia tomado posse do seu corpo". Ela também deixou claro durante a conversa por telefone que acredita na inocência de seu marido.

Leia mais: Em julgamento, Breno mantém silêncio sobre incêndio na própria casa

Após considerar Breno vítima em um primeiro momento, a polícia alemã logo entendeu que o próprio jogador poderia ter colocado fogo em sua casa, o que causou cerca de R$ 2,3 milhões em danos materiais. Agora, o especialista Peter Schildhauer, entretanto, admitiu a possibilidade de um defeito técnico ter causado o incêndio.

Relembre: Zagueiro Breno é preso por suspeita de incendiar própria casa

Pela acusação, Breno chegou a ficar preso por 13 dias. Se condenado, o ex-são paulino pode ficar até 15 anos detido. Seu contrato com o Bayern de Munique termina no fim de junho e não será renovado. Para se transferir para um time de outro país, o brasileiro precisará da liberação da justiça alemã.

Leia tudo sobre: brenoincêndiobayern de muniquefutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG