Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Uefa não autoriza homenagens da Espanha a zagueiro morto no domingo

Miki Roqué, zagueiro do Real Betis de 23 anos, faleceu vítima de câncer na pélvis

EFE |

EFE

EFE
Em 2011, Roqué (f) anunciou sua aposentadoria para trata do câncer

A Uefa não autorizou que os jogadores da seleção espanhola usem braceleiras negras nas semifinais contra Portugal, como homenagem ao zagueiro do Betis Miki Roqué, morto no último domingo, após reunião prévia da entidade realizada nesta quarta-feira, com delegados das duas federações.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Além disso, a entidade não aprovou a realização de um minuto de silêncio em memória do jogador de 23 anos. Esta segunda decisão é considerada habitual, já que não ocorrem homenagens desse tipo em partidas da Uefa.

Leia mais: Apesar das críticas, Espanha não vai mudar estilo de jogo, diz Iniesta

Desde a notícia do falecimento do atleta, os jogadores da 'Fúria' têm se mostrado abalados, na concentração de seleção, em Gniewino, na Polônia. Vários deles postaram mensagens nas redes sociais e citaram sua tristeza em coletivas de imprensa, onde passaram a afirmar que o título da Eurocopa será dedicado a Roqué.

Veja também: Nasri pede desculpas aos torcedores franceses por xingamentos na Euro 2012

No elenco da seleção espanhola, Pepe Reina, Álvaro Arbeloa e Xabi Alonso foram companheiros do zagueiro no Liverpool. Já Sergio Busquets, o mais abalado entre os atletas da equipe, começou sua carreira no Lleida, junto com Roqué. 

Leia tudo sobre: euro 2012Miki Roquéespanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG