Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juvenal diz que não há bons técnicos no Brasil e cogita estrangeiro após Leão

Presidente são-paulino diz que elenco é bom, mas que ainda não tem substituto para Leão

iG São Paulo |

Vipcomm
Juvenal Juvêncio ainda não tem nomes para substituir Emerson Leão no comando do time

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, fez um longo pronunciamento no CT da Barra Funda, no início da tarde desta terça-feira, pouco depois de Emerson Leão confirmar sua saída do comando da equipe. O cartola admitiu não ter um substituto em vista, disse que o Brasil não possui bons treinadores e deu a entender que voltará os olhares para o exterior.

O São Paulo acertou ao demitir Leão? Quem deve ser o substituto? Comente

"O Brasil não é muito brilhante em técnicos, é brilhante em jogadores. Temos muitos bons nomes (de treinadores), mas com problemas de toda a ordem. É muito penoso contratar técnico", disse Juvenal.

Segundo o presidente, o São Paulo já tentou contratar um estrangeiro, sem sucesso. "Nós pensamos em alguns nomes de estrangeiros. Tivemos algumas conversas, mas não evoluíram", declarou o presidente. André Villas Boas, ex-técnico de Chelsea e Porto, teria sido consultado

Leia também: Após cirurgia, Fabrício começa a se tratar no São Paulo

Ao avaliar a temporada atual, o mandatário são-paulino deixou claro que vê Emerson Leão como responsável pelos recentes fracassos, sendo o último deles a eliminação nas semifinais da Copa do Brasil diante do Coritiba. Juvenal reafirmou que o trabalho do recém-demitido foi apenas "razoável" e lembrou que o contrato de Leão não prevê multa rescisória, o que torna a demissão pouco onerosa para o clube. Veja quem foram os treinadores do São Paulo na era Juvenal Juvêncio:

Para justificar a sua opinião, Juvenal se respaldou na contratação de vários reforços no início da temporada e na promoção de jogadores da base, renovando o elenco desde o ano passado. "Nosso entendimento é o de que temos uma equipe competitiva. Aquela equipe do ano passado saiu toda, com exceção do garoto Lucas, do Casemiro e do Rogério Ceni, que está lesionado. O problema agora não é mais do plantel, é o técnico", sentenciou.

Leia ainda: Leão não resiste à pressão e é demitido do São Paulo

Sobre o futuro imediato, Juvenal mostrou desânimo com a missão de buscar um substituto de peso. "Você não pode demitir um técnico se não tiver convicção de que ele deva sair. Segundo, você tem que ver o momento. E você tem que ter a convicção de quem vai colocar no lugar. Só não temos ainda a última dessas três situações. Entendo que esse era o momento", prosseguiu.

Veja mais: Contra times da Série A, aproveitamento de Leão caiu de 64 % para 48%

Sem um substituto a curto prazo, o presidente confirmou que o coordenador técnico Milton Cruz assumirá o time de forma interina. "O Milton assume e vamos correr atrás para ver o que vai acontecer", avisou. Desta forma, o interino comandará o time neste sábado contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Entre para a torcida virtual do São Paulo e o ajude a subir no ranking nacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG