Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em adeus ao Santos, Alan Kardec revela choro por volta ao Benfica

Portugueses pediram alto pelo jogador e time brasileiro não se interessou pelo negócio

iG São Paulo | - Atualizada às

Prestes a voltar a Portugal para defender o Benfica, o atacante Alan Kardec se despediu dos companheiros de Santos, do técnico Muricy Ramalho e dos funcionários do clube na manhã desta terça-feira, no CT Rei Pelé, onde também concedeu entrevista coletiva e admitiu ter chorado por não ter conseguido seguir no clube.

O Santos deveria ter investido na compra de Alan Kardec? Comente!

O contrato de empréstimo de Kardec com o Santos se encerra no próximo sábado e o Benfica acabou pedindo muito alto para ceder o atacante, sendo que o clube português não aceitou prorrogar o compromisso nos atuais moldes e pediu cerca de 6 milhões de euros para liberar o atleta em definitivo, um valor considerado muito alto pela diretoria do time brasileiro. Assim como a multa de rescisão contratual, de 30 milhões de euros, é considerada exagerada pelo próprio atleta. "Poucos jogadores têm esse valor", disse.

Kardec foi contratado no meio do ano passado, para preencher a lacuna aberta pela saída de Keirrison, e acabou conquistando o seu espaço na equipe nesta temporada, na qual o antes titular absoluto Borges acabou indo para a reserva. E, agora, ele festejou o desempenho que conseguiu exibir pelo Santos.

Divulgação
Alan Kardec terá que voltar ao futebol português

"Saio com o sentimento do dever cumprido. Jogar no Santos foi um desafio. A partir do momento que recebi a proposta, eu já sabia que o time tinha um grupo formado. Eu topei sabendo que iria ter de lutar para ser titular", disse o jogador, antes de admitir a grande tristeza com o adeus forçado à Vila Belmiro.

"Ontem (segunda-feira), quando comecei a fazer as malas, comecei a chorar. E hoje (terça) recebi muitos abraços sinceros, desde dos funcionários mais simples até os dos jogadores mais importantes", completou Kardec, que com a camisa do Santos foi vice-campeão mundial, ajudou o clube a conquistar o tricampeonato paulista nesta temporada e a levar o time às semifinais da Copa Libertadores.

"Tive muito mais vitórias do que derrotas. Me senti muito bem no Santos e, espero, ao retornar ao Benfica, dar sequência na minha carreira. A vida não para. Onde eu tiver que ir, eu vou, mas quero jogar", enfatizou, para depois prometer que dará prioridade ao Santos quando retornar novamente ao futebol brasileiro. "A minha primeira opção sempre será o Santos. O Santos, como o Vasco da Gama, passou a ser a minha segunda casa", disse, lembrando do seu outro ex-clube.

Nesta temporada, Kardec disputou 35 jogos e marcou 11 gols, sendo que ao total ele realizou 64 partidas pelo clube e balançou as redes 13 vezes. E quase todos os gols do atacante foram feitos neste ano, até porque no ano passado ele teve poucas chances - disputou apenas quatro partidas no Campeonato Brasileiro. Na campanha do tricampeonato estadual, o atleta fez 20 jogos e marcou sete gols, para depois fazer mais quatro em 11 confrontos na Libertadores.

Ajude o Santos a aumentar sua torcida virtual

Leia tudo sobre: Futebol MundialPortugalBenficaSantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG