Atacante inglês havia culpado o italiano Fábio Capello e seu "inglês limitado" pela falta de padrão tático da equipe inglesa

Rooney foi muito criticado pela atuação apagada contra a Itália
AP
Rooney foi muito criticado pela atuação apagada contra a Itália

O fracasso da seleção inglesa na Eurocopa ainda repercute no país. Após a derrota nos pênaltis contra a Itália , os jogadores da Inglaterra têm sofrido com a pressão imposta pela imprensa local. E foi em uma das perguntas feitas ao astro Wayne Rooney que a maior das polêmicas teve início.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Questionado sobre a falta de padrão tático da equipe, o jogador do Manchester United culpou o ex-técnico Fabio Capello. Para o atacante, as "traduções atrapalhadas" feitas pelo italiano de "inglês limitado" influenciaram no mau desempenho da Inglaterra na Euro.

Leia mais: Nasri pode ser suspenso da seleção francesa por até dois anos

Capello resolveu responder de imediato: "Depois do último jogo, penso que Rooney só entende escocês". O italiano, demitido em fevereiro, fez referência à nacionalidade do técnico do Manchester United, Sir Alex Ferguson. "Ele só joga bem em Manchester, lá Fergunson fala escocês", ressaltou.

Veja também: Apesar das críticas, Espanha não vai mudar estilo de jogo, diz Iniesta

Italo Galbiati, um dos auxiliares de Capello na seleção inglesa, afirmou que "Rooney foi ingrato" e que o "futebol tem apenas uma linguagem: a bola". O que pode prejudicar Fabio Capello é uma cláusula contratual que o impediria de criticar o atual trabalho feito na equipe.

E ainda: Pelo tri, Espanha encara Portugal e Cristiano Ronaldo nas semifinais da Euro

A demissão do treinador se deu após as polêmicas de John Terry envolvendo racismo. Capello não aceitou a punição da federação inglesa, que retirou a braçadeira de capitão do zagueiro do Chelsea. 

Depois de ficar fora das duas primeiras partidas da Euro por estar suspenso, Rooney foi decisivo na conquista do primeiro lugar do grupo D ao marcar gol da vitória sobre a Ucrânia. A atuação apagada do atacante contra a Itália rendeu críticas do atual treinador inglês, Roy Hogdson, que atribuiu boa parte da eliminação ao astro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.