Apesar dos problemas de acesso ao estádio, desejo dos jogadores pode levar duelo para a cidade da Grande SP

Agência Estado

Apesar dos problemas de acesso à Arena Barueri, o estádio da cidade da Grande São Paulo é o favorito para receber o primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, no dia 5 de julho. A afirmação é do gerente de futebol do Palmeiras , César Sampaio, que coloca a decisão na mãos dos jogadores.

Arena Barueri é a
Divulgação
Arena Barueri é a "nova casa" do Palmeiras e pode receber a decisão da Copa do Brasil

Qual estádio deve receber a decisão contra o Coritiba? Deixe sua mensagem!

"A prioridade nossa é atender aos atletas. Neste momento, a gente vai priorizar a comodidade e ver onde eles se sentem mais à vontade. Em razão disso, a possibilidade de o jogo acontecer na Arena Barueri é grande. Conversei com os atletas e, independentemente do estádio, temos que estar preparados para superar as adversidades. Ainda não está nada definido, mas pelo retrospecto positivo, a chance é grande de continuarmos em Barueri", explicou, neste sábado, o gerente palmeirense.

Leia mais:  Felipão relaciona Valdivia para Derby, mas poupa Barcos e Assunção

Sem estádio depois que o Palestra Itália foi derrubado para dar lugar à nova Arena Palestra, o Palmeiras vem se revezando entre a Arena Barueri e o Pacaembu. O estádio de Barueri, porém, nunca ficou cheio desde que foi inaugurado. O mais perto disso foi na quinta-feira, quando recebeu 26 mil torcedores. Muitos, porém, chegaram só para o segundo tempo, por conta do trânsito e da dificuldade de acesso e estacionamento. Quando o jogo começou, nem metade dos palmeirenses estavam já em seus lugares nas arquibancadas.

Entorno da Arena Barueri estava em estado caótico antes, durante e depois da semi
Gazeta Press
Entorno da Arena Barueri estava em estado caótico antes, durante e depois da semi

Neste momento, porém, a prioridade é conquistar o título e, por isso, o desejo dos jogadores vai falar mais alto do que o dos torcedores. "Entendemos a dificuldade que o torcedor teve para chegar. Parentes e amigos meus chegaram com o jogo acontecendo. O Djalminha, que é um parceiro nosso e foi nosso convidado, chegou 40 minutos depois de o jogo começar. Entendemos e agradecemos o esforço da torcida, mas também entendemos que este é o jogo do ano, da nossa vida, e por isso precisamos ouvir primeiro os atletas", disse Sampaio, já ensaiando o discurso para responder a possíveis críticas dos torcedores.

"Caso a gente opte pela Arena Barueri, espero que a torcida compreenda que não será nada contra eles, mas sim em atender o interesse do elenco."

O dirigente, porém, pretende conversar com a prefeitura de Barueri para tentar uma solução para os problemas vistos na quinta. "Vamos fazer algo caso o jogo aconteça lá. Barueri sempre se colocou à nossa disposição e sempre fomos muito bem tratados. Para a cidade, é importante deixar uma boa imagem. O que eu puder fazer para minimizar os problemas, vou fazer, e desde já me comprometo a conversar com os responsáveis caso o jogo seja lá. Vamos trabalhar para ter o máximo de torcedores possíveis e que eles consigam chegar sem dificuldade."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.