Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Uefa defende ampliação da Eurocopa para 24 seleções já a partir de 2016

Uefa defende ampliação da Eurocopa para 24 seleções

Reuters |

Reuters

A Uefa defendeu nesta sexta-feira a decisão de ampliar para 24 o número de participantes na Eurocopa, argumentando que isso permitirá a participação de seleções importantes do continente, sem diluir a qualidade do torneio.

Você é a favor da ampliação da Eurocopa? Comente a notícia com outros torcedores

A atual Euro 2012 na Ucrânia e na Polônia, que começou com 16 seleções, está tendo uma disputa acirrada. Os anfitriões já foram eliminados, e potências como Espanha e Alemanha sofreram para se classificar na última rodada da fase de grupos.

VEJA FOTOS: Atriz portuguesa faz ensaio sensual para motivar sua seleção

Getty Images
Platini quer Euro de 2016 com 24 equipes

Críticos temem que, com uma ampliação, a Eurocopa a ser jogada em 2016 na França terá um nível técnico mais baixo, com mais disparidade entre os times, e portanto menos emoção nas disputas.

Nesta semana, o presidente da Uefa, Michel Platini, defendeu a ampliação do torneio, tema que foi abordado por jornalistas na sexta-feira numa entrevista coletiva com o diretor do torneio de 2012, Martin Kallen.

E MAIS: Após erro na Euro, Blatter reitera necessidade de tecnologia na linha do gol

"No momento, temos os melhores times aqui, mas há grandes times que não estão", disse ele, citando Suíça, Romênia, Bulgária, Lituânia, Eslovênia e Noruega como ausências marcantes.

"Os escoceses também não estão -- eles trazem muita emoção, muito clima. Precisamos ver como será 2016. Claro que esse torneio será cada vez mais observado (se) mais nações puderem participar", acrescentou Kallen.

Ele rejeitou as críticas sobre "clarões" nas arquibancadas, e negou que a eliminação precoce dos países-sedes seja um problema. Segundo o diretor, todos os jogos da fase de grupos tiveram lotação esgotada, e que os eventuais vazios se deveram a pessoas que compraram ingresso e não conseguiram ou não quiseram viajar.

Na edição anterior do torneio, disputada na Áustria e Suíça, os dois países anfitriões também caíram na primeira fase. "Se você tem um ou ambos os times (anfitriões) nas quartas de final, é claro que é melhor... Mas, do nosso lado, não é importante darmos a Eurocopa a países que irão passar às quartas de final", disse o dirigente.

Leia tudo sobre: Euro 2012UefaFutebol MundialEspanhaInglaterraItáliaFrançaAlemanhaHolandaPortugal

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG