Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcedor do Liverpool é punido por ato de racismo

Phillip Gannon, flagrado imitando um macaco, terá que pagar R$ 1,5 mil e não poderá mais assistir jogos de seu time

Agência Estado |

Agência Estado

Getty Images
A ofensa foi proferida em um jogo entre Liverpool e Manchester United

As ofensas racistas proferidas a Patrice Evra, do Manchester United, causaram uma severa punição a um torcedor do Liverpool que, nesta sexta-feira, foi julgado pela Corte dos Magistrados de Liverpool e proibido de frequentar estádios de futebol pelos próximos quatro anos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O caso de racismo aconteceu em jogo da quarta rodada da Copa da Inglaterra. O encontro era o primeiro entre os dois times depois que Luis Suárez, do Liverpool, ofendeu Evra, do United, com termos racistas, causando uma longa suspensão ao uruguaio e causando a revolta dos torcedores do Liverpool.

Leia mais: Destaque tcheco na Eurocopa, Gebre Selassie acerta com o Werder Bremen

Phillip Gannon, de 58 anos, foi flagrado pelas câmeras de televisão imitando um macaco e gesticulando em direção a Evra. Ele não poderá assistir jogos do Liverpool nem da Inglaterra e ainda pagará 480 libras em lutas (cerca de R$ 1,5 mil). O torcedor também não poderá ir ao centro de Liverpool quatro horas antes e depois de cada jogo.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG