Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Marin toma cuidado com as palavras, mas prefere não garantir Mano após Londres

Presidente da CBF diz que palavra "garantia" é traiçoeira e não deve ser usada, principalmente no futebol

Bruno Winckler , iG São Paulo |

AE
Marin demonstra confiança em Mano

Adepto das longas respostas e discursos, o presidente da CBF, José Maria Marin, tentou usar seu vocabulário dos tempos em que foi político para evitar prognósticos sobre o cargo de Mano Menezes após as Olimpíadas de Londres. A pressão pelo ouro inédito pode definir os caminhos da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2014. 

Leia também: Marin visita Corinthians e confirmam adiamento de jogos

Perguntado se garante a permanência do treinador mesmo sem um triunfo nos jogos olímpicos, Marin foi profundo na resposta e preferiu se aprofundar no significado do verbo garantir. 

"Eu não garanto nada nem a minha mulher. A palavra garantia é complicada. Se uso e depois acontece outra coisa dizem que não tenho palavra. Você não pode garantir nem a amizade com um melhor amigo que ele pode pisar na bola. Esse termo garantia não existe. Estamos no caminho certo. Fiquei muito feliz com as últimas apresentações", disse Marin.

Mano Menezes ganhou moral com Marin após a recente excursão da equipe. Para Marin, houve evolução no jogo apresentado pela seleção e este fato é muito mais importante que qualquer "garantia". "Perdemos para México e para a Argentina, foi ruim, mas vi um comprometimento, uma doação, um time que joga por amor e isso eu valorizo muito", disse Marin.

Ainda sobre Mano, Marin disse que mesmo que haja a impossibilidade de o treinador continuar na seleção, ele não fará uma caça às bruxas. "O que existem são as melhores intenções. Nenhuma pessoa que faz parte do staff da CBF jamais será desrespeitado. É tudo olho no olho. Não terá nada por telefone, recado por outros", disse Marin

Leia tudo sobre: seleção brasileiramano menezes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG