Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão faz reunião para erguer autoestima e elenco ressalta seu valor

O treinador  reuniu o elenco e pontuou suas impressões sobre a derrota para o Coritiba

Gazeta |

Gazeta Press
Leão fez reunião com os jogadores

A fisionomia triste dos jogadores durante o desembarque no aeroporto de Congonhas, na quinta-feira, foi trocado por ânimo aparentemente um pouco maior no treino desta sexta-feira. Antes da atividade, Emerson Leão reuniu o elenco e pontuou suas impressões da derrota para o Coritiba, mas sem deixar de elogiar o grupo, que partiu para as entrevistas ciente de seu valor.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O fato é que, quando perde, vem muita coisa. E por isso ninguém presta? Não é por aí. Vamos trabalhar para buscar o título na próxima. Na Copa do Brasil, infelizmente, não deu", disse Cícero, afirmando que o papo de motivação com o chefe é rotineiro. Mas, desta vez, a ideia era de recuperação imediata.

"Ele conversou com a gente, deu apoio. Todos os jogadores sabem da responsabilidade que cada um tem aqui no clube e que não mostramos o futebol que todos esperavam. Temos que trabalhar para fazermos um bom jogo no sábado", apontou Cortez, ciente da responsabilidade de um resultado satisfatório contra a Portuguesa, no Canindé.

Leia mais: Fracassos do São Paulo podem forçar aposentadoria de Rogério Ceni

O desafio é superar o abatimento da eliminação na Copa do Brasil. "Foi uma situação muito ruim o que aconteceu em Curitiba pela eliminação, mas agora é esquecer, passar esta página e continuar trabalhando para o Brasileiro", afirmou Jadson, revelando parte das falhas indicadas pelo comandante.

"Faltou um pouco de atenção em algumas jogadas e situações. Mas o grupo cresceu bastante de um tempo para cá. Raça e vontade de correr não faltaram. Infelizmente, no futebol, um ganha e outro perde, e neste jogo, por causa de algumas situações, perdemos", analisou o meia.

Veja também: Criticado, Luis Fabiano recebe apoio dos companheiros

Em meio ao enaltecimento de sua qualidade, o elenco sabe que precisa melhorar. "Sempre acho que posso dar mais. Faço autocrítica e sei que preciso dar minha resposta porque fui eliminado como todo o time. O difícil é que às vezes tenho que jogar mais como volante e as pessoas exigem que eu crie mais do que os meias", defendeu-se Cícero.

"Todos os jogadores sabem que cometemos erros. Agora é levantar a cabeça, trabalhar, buscar força porque no sábado já tem jogo importantíssimo contra a Portuguesa e precisamos muito desta vitória", insistiu Cortez.

Entre para a torcida virtual do São Paulo: 

Leia tudo sobre: leãoreuniãosão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG