Tamanho do texto

Até o sempre brincalhão e alegre atacante Neymar estava de cabeça de baixa

Agência Estado

Neymar durante treino do Santos
Divulgação
Neymar durante treino do Santos

Em clima de tristeza, o Santos voltou a trabalhar nesta sexta, no CT Rei Pelé, dois dias depois de ser eliminado da Copa Libertadores pelo Corinthians, quarta-feira à noite, no Pacaembu. Até o sempre brincalhão e alegre Neymar estava de cabeça de baixa.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"É difícil falar. Estão todos (os jogadores) tristes, mas não abatidos. Saímos de cabeça erguida. No começo sempre se sofre um pouco. Já passei por isso e sei que no começo se sofre", explicou Muricy Ramalho.

Contrário aos trabalhos motivacionais, Muricy acredita que até o jogo de domingo à noite contra o Coritiba, na Vila Belmiro, o clima entre os jogadores estará melhor. A partida, válida pela sexta rodada, será como se fosse a primeira para os santistas porque alguns dos titulares vão estrear na competição.

Leia mais:  Com Neymar, Muricy confirma Santos completo diante do Coritiba

Até Alan Kardec vai jogar. Depois da dispensa de Rentería, na quinta-feira, a tendência era que o ex-vascaíno também fosse liberado para ter alguns dias de descanso antes de se reapresentar ao Benfica, de Portugal. O contrato de Kardec vai terminar no próximo sábado e os dirigentes santistas consideraram alto demais o pedido do Benfica, de seis milhões de euros (mais de R$ 15 milhões) pelos seus direitos econômicos. "Kardec tem contrato em vigência com o clube e vai jogar", justificou Muricy.

Precisando conquistar o Brasileirão pela primeira vez em três anos para ir à Libertadores 2013, o Santos não quer saber de perder jogadores. Por isso, já ensaia o pedido de dispensa de Neymar, Ganso e Rafael da preparação da seleção olímpica no Brasil para poder contar com o trio nos jogos contra o Grêmio e Internacional. A apresentação está marcada para 8 de julho e a viagem para a Inglaterra será dia 17.

Veja também:  Luis Álvaro repete Neymar e diz que torcerá pelo Corinthians

Houve novo retrocesso nas negociações para Ganso passar a ganhar pelo menos um sexto do que Neymar recebe (R$ 3 milhões, entre salário e contratos de publicidade). Com a justificativa que com a desclassificação na Libertadores o clube terá que refazer o seu orçamento, a proposta, que estava em torno de R$ 500 mil até quarta-feira passada, caiu para R$ 350 mil por mês.

Entre para a torcida virtual do Santos:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.