Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cirurgia no joelho de Fabrício é bem sucedida

Jogador do São Paulo passou por uma reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e não deve voltar a atuar neste ano

Gazeta |

Futura Press
Fabrício saiu de campo quando sentiu a lesão

Na manhã desta quinta-feira, Fabrício iniciou o processo para recuperação da que deve ser a sua última contusão na temporada. O volante passou por uma cirurgia de cerca de uma hora e meia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e o procedimento foi considerado um sucesso.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A intervenção foi realizada no Hospital do Coração (HCor) por uma equipe comandada pelo doutor Rene Abdalla e acompanhada por Ricardo Sasaki, fisioterapeuta do São Paulo. A previsão é de que o jogador receba alta hospitalar até o fim de semana.

Leia mais: Juvenal apoia Leão após eliminação, mas vê trabalho 'razoável'

Na programação divulgada pelo clube, o atleta será atendido pelos fisioterapeutas já quando estiver em casa. A partir de segunda-feira, começarão os trabalhos no Reffis. Mesmo assim, é improvável que o meio-campista volte a entrar em campo em 2012.

Veja também: "Sofrimento se tornará alegria", diz diretor do São Paulo após eliminação

Contratado para este ano, Fabrício atuou quatro vezes com a camisa 8 tricolor, nenhuma delas em uma partida inteira - não chegou a ficar mais de 50 minutos em campo. O reforço já se apresentou com lesão no tornozelo esquerdo por ter jogado no sacrifício pelo Cruzeiro. Estreou em fevereiro e sentiu lesão na panturrilha direita. Voltou em abril e, após dois jogos, machucou o mesmo local.

E ainda: Lucas prevê pressão maior, mas Leão tranquiliza e cita até Catar

No último domingo, ainda no primeiro tempo, deixou o gramado do Morumbi chorando durante a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG. Foi constatada uma ruptura no ligamento cruzado do joelho esquerdo e, geralmente, a recuperação neste tipo de cirurgia leve de seis a oito meses, o que deve pôr fim à sua participação na temporada.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG