Incidentes com fogos de artifício deixaram Conmebol em estado de alerta quanto ao estádio

Boa notícia para o torcedor do Corinthians : caso o Boca Juniors se classifique para a final da Copa Libertadores (o jogo de volta da semifinal contra a Universidad de Chile será nesta quinta-feira), o clube argentino pode ficar sem o estádio Alberto Jacinto Armando, mais conhecido como La Bombonera , na decisão do torneio. Segundo o jornal "Clarín", incidentes com fogos de artifício em partida contra o Arsenal, pelo Campeonato Argentino, e contra o próprio time chileno, pela Libertadores, deixaram a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) em alerta quanto ao estádio, que pode ser interditado em uma possível final continental.

La Bombonera fará muita falta ao Boca Juniors? Deixe seu comentário!

Bombonera lotada: a grande arma do Boca Juniors
Divulgação
Bombonera lotada: a grande arma do Boca Juniors

Contra o Arsenal, o caso foi grave: um bandeirinha foi atingido por um rojão. Ainda segundo o jornal argentino, a diretoria do Boca já teria sido acionada sobre a possível suspensão e tenta reverter o processo. Há relatos de que os fogos de artifício foram armazenados dentro do próprio estádio, o que, caso seja provado, pode ser decisivo para que o lendário campo de futebol seja mesmo interditado caso o time vá à final da Libertadores.

OPINE: Boca ou 'La U', qual time o Corinthians deve pegar na decisão?

A suspensão de um estádio argentino na competição continental, inclusive, não é uma novidade. Em 2011, o Vélez Sarsfield foi impedido de jogar em seu estádio, o José Amalfitani, também por problemas envolvendo fogos de artifício. Na ocasião o time foi obrigado a jogar as quartas de final contra o Libertad (Paraguai) exatamente na Bombonera (que tem capacidade para cerca de 49 mil torcedores), emprestada pelo Boca Juniors.

VEJA:  Com La Bombonera lotada, Boca vence e abre boa vantagem contra 'La U'

O clube auri-azul venceu a partida de ida das semifinais da Libertadores contra a Universidad do Chile por 2 a 0 . A partida de volta acontece nesta quinta, às 20h50 (horário de Brasília), em Santiago, capital do Chile. O Boca, que busca seu sétimo título continental, vai à decisão caso empate ou perca por até um gol de diferença. Novo 2 a 0 leva o duelo para os pênaltis, enquanto "La U" só se garante na final caso triunfe por mais de três tentos de vantage.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.