Nenhum empate sem gols foi computado até o momento, fato que não acontecia desde o torneio de 1988. Tentos de cabeçadas representam quase 30% do total na atual edição

Pepe fez de cabeça o primeiro gol de Portugal na Euro 2012
Reuters
Pepe fez de cabeça o primeiro gol de Portugal na Euro 2012

Acabou fase de grupos da Euro 2012 . Oito equipes ficaram pelo caminho e as outras oito seleções classificadas começam a disputa das quartas de finais a partir da próxima quinta-feira. Os quatro últimos campeões sobreviveram - Espanha , Grécia , França e Alemanha -, juntamente com República Tcheca , Portugal , Inglaterra e Itália .

Confira todos os resultados da 1ª fase e os jogos das quartas de final da Euro

Nos 24 jogos disputados na primeira etapa do torneio, 60 gols foram anotados - o equivalente a uma média de 2,5 tentos por partida. Aliás, nenhum placar de 0 a 0 foi computado até o momento, fato que supera um tabu de 24 anos, já que desde a Euro de 1988 uma fase de grupos não terminava com duelo sem gols.

Naquele torneio, apenas oito seleções formavam dois grupos de quatro. A Eurocopa passou a ser disputada com 16 equipes a partir da edição de 1996, na Inglaterra. 

Veja quem foram as musas das arquibancadas na fase de grupos :

De acordo com Michel Platini, presidente da Uefa, o motivo de todos os jogos terem gols foi a implantação de dois árbitros adicionais atrás dos gols. "Qual é a razão? Penso que o quinteto de arbitragem facilita as coisas. Com os árbitros adicionais saem mais golos de cabeça, por exemplo, pois os defensores sabem que estão sendo vigiados de perto na grande área e não podem fazer faltas", justificou o francês.

Leia as últimas notícias sobre a Euro 2012

E Platini acertou ao fazer referência aos gols de cabeça na atual edição da competição. Nesta Euro 2012, dos 60 tentos anotados na primeira fase, 17 deles foram em cabeçadas certeiras, o que representa cerca de 29% do total de gols.

Imagem de TV mostra que a bola de Devic ultrapassou a linha do gol
Reprodução/TV Bandeirantes
Imagem de TV mostra que a bola de Devic ultrapassou a linha do gol

O lance mais polêmico do torneio até aqui aconteceu no jogo entre Inglaterra e Ucrânia . Em uma finalização do ucraniano Devic, o zagueiro inglês John Terry se esforçou e conseguiu evitar o gol. Porém, a bola ultrapassou a linha do gol e não foi validado pelo árbitro , gerando muitas reclamações dos anfitriões.

VEJA TAMBÉM:  Ativistas do Femen 'assustam' torcida sueca na Ucrânia

Antes mesmo dessa jogada, Platini referiu-se à introdução da tecnologia na linha de gol, se mostrando convicto que a proposta será aceita pela Fifa. "O problema não será essa introdução na linha de gol, mas sim a chegada de vez da tecnologia, se tocou ou não com a mão na bola, se foi impedimento, etc", finalizou o presidente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.