Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Publicidade feita por Rooney no Twitter é banida por reguladores britânicos

A ASA (do inglês, Autoridade de Padrões Publicitários) censurou "tweet" do jogador inglês por não avisar aos usuários que se trata de propaganda

BBC | - Atualizada às

Getty Images
O atacante do Manchester United, Wayne Rooney

O órgão regulador de publicidade na Grã-Bretanha proibiu um post no Twitter feito pelo jogador Wayne Rooney que trazia uma publicidade para uma marca de material esportivo dentro do que parecia ser um comentário na conta pessoal do atleta no microblog.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Pelas regras da Autoridade de Padrões Publicitários (ASA, na sigla em inglês), celebridades devem deixar claro que estão realizando uma publicidade em suas contas de Twitter, o que não seria o caso do comentário feito pelo atleta do Manchester United e da seleção inglesa.

Leia mais: Primeira fase da "Euro do gol de cabeça" supera tabu que já durava 24 anos

Com o veto, a Nike se tornou a primeira empresa na Grã-Bretanha a ter um anúncio censurado no Twitter. Em sua conta no Twitter, Rooney, que tem mais de 4 milhões de seguidores no microblog, afirmou: ''Minha resolução - começar o ano como campeão e terminar o ano como campeão'', seguido da hashtag #makeitcount e de um link para o site da campanha homônima.

Outros casos

Além de Rooney, que atua pela equipe do Manchester United e pela seleção britânica, os tuítes de outro jogador de futebol, Jack Wilshire, também foram censurados pelo mesmo motivo. Wilshire tuitou que ''Em 2012, eu estarei de volta pela minha equipe - e pronto para o meu país'', também seguido da hashtag #makeitcount e do link para o site da campanha da Nike.

Veja também: Drogba assina com time chinês e reencontrará Anelka

A Nike se defendeu dizendo que os atletas cujos tuítes foram censurados são abertamente patrocinados pela Nike e estavam simplesmente, ''por conta própria'', divulgando a campanha. Mas a ASA avaliou que nem todos os usuários de Twitter que seguem os dois atletas estavam cientes de que eles estavam tuitando conteúdo publicitário e nem que os jogadores são patrocinados pela Nike.

Leia tudo sobre: euro 2012rooneyinglaterramanchester united

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG