Tamanho do texto

Presidente da CBF visitou o Morumbi nesta segunda e negou que interfira a favor do São Paulo, seu time do coração

Com a renúncia de Ricardo Teixeira e a ascensão à presidência de José Maria Marin, o São Paulo deixou de ser 'deixado de lado' e virou o queridinho da entidade, uma vez que o mandatário do futebol paulista é são-paulino de carteirinha (literalmente). Nesta segunda-feira, Marin visitou o Morumbi, se emocionou, e negou que interfira favoravelmente ao seu time do coração.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

José Maria Marin negou a intenção de realizar um amistoso do Brasil no Morumbi
Futura Press
José Maria Marin negou a intenção de realizar um amistoso do Brasil no Morumbi

A visita ao estádio tricolor era para tratar da organização do amistoso contra o Chile, em 7 de setembro. Desde que o São Paulo rachou com Ricardo Teixeira, o Morumbi não havia mais recebido a seleção, mesmo sendo o maior estádio da maior cidade do País. Marin, porém, nega favorecimento neste novo momento.

Leia mais:  Diretoria do São Paulo não confirma multa a Luis Fabiano

"Eu procurei apenas transformar em realidade o desejo de milhões de paulistas e brasileiros que vivem em São Paulo . Não é apenas o desejo particular do José Marin (...) Então, o melhor estádio de São Paulo, a melhor localização, o melhor local para o torcedor", disse Marin, ao site do clube tricolor.

Confira ainda:  Juvenal comenta a situação de Fabrício no São Paulo: “Só rezando”

Na página oficial do São Paulo , Marin fez propaganda velada do Morumbi, estádio que não estará na próxima Copa do Mundo. "Nós estamos olhando acima de tudo para o torcedor, que quer chegar o mais cedo possível e com maior facilidade ao estádio, que quer, após conseguir o ingresso com muita dificuldade, ver seu lugar garantido para assistir a partida, e quer, acima de tudo, quando trouxer o filho, a namorada, a mãe, ter a certeza de que vai chegar com segurança e sair com segurança."