Aliviados com a permanência em definitivo, jogadores querem retribuir em campo a confiança do clube

Lado a lado, Eder Luis e Fellipe Bastos concederam entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, em São Januário, celebrando a permanência em definitivo no Vasco . O primeiro assinará contrato por quatro anos, sendo que o meia ficará na Colina por mais cinco. Para ficar com os jogadores, o clube recorreu a um fundo de investimento. Assim, encontrou uma manobra financeira para pagar o Benfica, de Portugal.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Eder e Bastos festejam juntos um gol marcado pelo Vasco
AE
Eder e Bastos festejam juntos um gol marcado pelo Vasco

“O Vasco me deu a primeira oportunidade, depois renovamos por um ano. Acabou o contrato e o clube insiste na minha permanência, me comprando em definitivo. Isso me dá a certeza que estou fazendo a coisa certa e meu trabalho está aparecendo. Agora, prometo correr mais ainda e fazer mais pelo clube”, discursou Fellipe Bastos, que passou boa parte da sua passagem em São Januário entre titular e reserva.

Leia mais:  Vasco anuncia aquisição em definitivo de Eder Luis e Fellipe Bastos

Já Eder Luis é titular absoluto, um dos responsáveis pelo título da Copa da Brasil, em 2011. A cada fim do seu empréstimo, diretoria, conselheiros e torcedores ilustres se mobilizavam em uma operação para não deixar o camisa 7 sair do Vasco.

Veja também: Vasco avisa que fará todos os esforços para manter elenco principal

Ano passado, durante a conquista do torneio nacional, o vice-presidente de futebol, José Hamilton Mandarino, fez questão de ir até o campo no fim da partida contra o Coritiba, no Couto Pereira, acalmar o jogador, que se tornara campeão mas dali a alguns dias teria o contrato encerrado. O cartola assegurou que Eder ficaria no clube. Este ano, a cena se repetia. Toda hora vinha a informação de que ele ficaria no clube, mas faltava definir a situação.

“É bom você ter uma definição das coisas. Assim, o jogador fica mais tranquilo para cumprir com as suas obrigações. E agora que eles me compraram, prometo correr mais ainda. Preciso provar para eles que eles fizeram a coisa certa. A responsabilidade aumenta”, disse Eder.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.