Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leão fala em ajuda externa a Luis Fabiano e lamenta lesão de Fabrício

Expulsão do atacante e temor de contusão grave do volante preocupam o treinador do São Paulo após vitória sobre o Atlético-MG

Gazeta |

A vitória contra o Atlético-MG proporcionou ao São Paulo a ascensão no Campeonato Brasileiro e aumentou a confiança para o confronto contra o Coritiba pela Copa do Brasil, porém também trouxe feridas. A expulsão do atacante Luis Fabiano e a lesão do volante Fabrício foram temas que deixaram o técnico Emerson Leão de cara amarrada.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Vipcomm
Emerson Leão, técnico do São Paulo


O cartão vermelho de Luis Fabiano colocou o chefe da comissão técnica do clube em situação desconfortável, pois trata-se de um ídolo da torcida. No entanto, Leão, depois de despistar bastante do assunto, chegou a citar a necessidade de uma ajuda externa.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

"Talvez deve haver pessoas mais competentes para fazer um trabalho melhor em relação ao Luis Fabiano", comentou o comandante, que emendou. "Ele faz falta até à seleção, mas talvez por isso (personalidade forte) não esteja sendo convocado", emendou.

Leia também: De herói a vilão, Luis Fabiano entra na mira da diretoria do São Paulo

Mesmo com os problemas disciplinares, Leão não dá sinais de que irá tirar Luis Fabiano da função de capitão do São Paulo. "A faixa de capitão não representada nada, mas sim o conteúdo. Eu joguei com um capitão que não era capitão de nada, tinha excelência, mas era outro que comandava", disse.

Veja ianda: Fabrício sofre contusão no joelho e preocupa médicos do São Paulo

Em contrapartida, ao falar da contusão de Fabrício, a tristeza fez parte do discurso de Leão. A falta de sorte do volante sensibiliza o experiente comandante tricolor, que fez até uma brincadeira para tentar animar o atleta.

"Falei ao Fabrício que ele deve ter matado muitos passarinhos quando criança e agora está voltando tudo. É uma fatalidade, o pior para o atleta é ficar na maca. Chega uma hora que não aguenta mais. Esse jogador está faz sete meses tentando se recuperar. Na hora, rezei para não ser a contusão anterior e depois vem a informação que é o joelho", lastimou Leão, com o temor de uma contusão grave - uma cirurgia pode tirar o atleta dos campos até o fim de 2012.

Entre para a torcida virtual do São Paulo

Leia tudo sobre: São Pauloluis fabianoleãobrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG