Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Juvenal comenta a situação de Fabrício no São Paulo: “Só rezando”

Presidente do time paulista lamentou a nova contusão do volante, que atuou por pouco mais de 100 minutos pelo São Paulo

Gazeta |

Com apenas 102 minutos em campo com a camisa do São Paulo - isso em quase sete meses de contratado -, o volante Fabrício teve sua situação analisada pelo presidente do clube, Juvenal Juvêncio, que ainda acredita na reabilitação do camisa 8, mas já não estipula prazos ou cobranças: "Agora é só rezando".

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Futura Press
Fabrício fica desolado após mais uma lesão

Fabrício teve confirmada uma lesão ligamentar no joelho direito, o mesmo que torceu na partida diante do Atlético-MG, domingo, e passará por cirurgia. O retorno do jogador é planejado para seis meses, o que deve tirá-lo do restante da temporada. No Tricolor, é a quarta lesão em sequência: primeiro no tornozelo esquerdo, herança dos tempos de Cruzeiro, além de duas diferentes na panturrilha direita.

Leia mais: Fabrício rompe os ligamentos do joelho e desfalca o São Paulo por até 8 meses

"Você tem que ver as coisas com serenidade neste caso. O negócio do Fabrício eu digo que é uma pena o problema do atleta. A primeira preocupação era saber se era na mesma perna, mas não é. Aí precisa rezar. Como eu vou fazer? Só rezando", alegou Juvenal Juvêncio, em evento no estádio do Morumbi, nesta segunda-feira.

Confira ainda: Leão fala em ajuda externa a Luis Fabiano e lamenta lesão de Fabrício

O contrato de Fabrício, de 29 anos, tem validade de três temporadas, e mesmo ‘perdendo’ um terço de produtividade no período, o presidente são-paulino garante apoio total ao volante: "O São Paulo paga a conta e não sente nenhum prejuízo. Ele vai fazer seu tratamento adequadamente e espera-se que o atleta venha a contribuir pela sua honradez, seu caráter, sua postura, sua dignidade, sua vibração em campo, pelo exemplo. É isso que esperamos".

E mais: De herói a vilão, Luis Fabiano entra na mira da diretoria do São Paulo

Emerson Leão com crédito
O técnico do São Paulo mantém a confiança no futebol de Fabrício, mesmo que a espera seja longa, e o presidente do clube também vê positivamente o desempenho de Leão no São Paulo. Desde outubro de 2011, quando assumiu, o treinador acumula o 6º lugar no Brasileiro, eliminação na semifinal do Paulista, vantagem nas semifinais da Copa do Brasil e o provisório 6º lugar em 2012.

"Em caso de eliminação o Leão não será demitido. O grau de satisfação é bastante razoável. Se o funcionário mostra eficácia, eficiência, ele permanece na firma. Acho que ele está indo bem", comentou Juvenal, com poucas palavras.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG