Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Revoltado com árbitro, Felipão não dá entrevista após empate com o Vasco

Técnico do Palmeiras pediu pênalti no último lance do jogo, mas Vuaden não marcou nada

Francisco De Laurentiis - iG São Paulo | - Atualizada às

O técnico Luiz Felipe Scolari deixou a Arena Barueri revoltado com o árbitro Leandro Vuaden neste domingo. Após ver o Palmeiras sair na frente no confronto com o Vasco, mas levar o empate por 1 a 1 no fim, o comandante não concedeu entrevista coletiva, como faz costumeiramente após as partidas.

Futura Press
Felipão não engoliu a arbitragem de Vuaden

Felipão tem razão em reclamar da arbitragem? Deixe seu comentário!

Felipão foi rapidamente para o ônibus da delegação alviverde e aguardou o restante do elenco para retornar à São Paulo. Ao final da partida, válida pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, o pentacampeão mundial já havia mostrado sua irritação com a arbitragem, quando esbravejou contra o árbitro gaúcho por não marcar um suposto pênalti no atacante Barcos.

O JOGO: Em duelo de golaços, Vasco arranca empate contra o Palmeiras e segue líder

O incômodo com o árbitro, porém, não foi exclusivo de Scolari. Seu auxiliar, Flávio Murtosa, foi expulso no segundo tempo, quando o time alviverde ainda vencia - após abrir o placar com Mazinho, Juninho Pernambucano fez, de falta, para o Vasco empatar, já aos 38 minutos do segundo tempo. Veja fotos da rodada do Brasileirão:

Sem Felipão, coube a Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol, explicar a decisão de seu treinador em não dar esclarecimentos após o jogo: "Não aconteceu nada (no vestiário). Ele estava irritado com o desfecho do jogo e achou melhor ficar isolado. Essa questão da arbitragem está virando uma coisa recorrente, uma constância", explicou.

E MAIS: Palmeiras perde Luan e pode ficar sem Assunção para o jogo contra o Grêmio

Após o empate com o time carioca, o Palmeiras agora volta sua atenções para o jogo desta quinta-feira, diante do Grêmio, pela semifinal da Copa do Brasil. Com a vitória em Porto Alegre por 2 a 0, o time paulista pode até perder por um gol de diferença, às 21h (horário de Brasília), mais uma vez na Arena Barueri, que garante uma vaga na final do torneio. Para o clássico, Felipão não terá o atacante Luan e pode ainda perder o volante Marcos Assunção.

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG