Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

De herói a vilão, Luis Fabiano entra na mira da diretoria do São Paulo

Atacante marcou o gol da vitória diante do Atlético-MG, mas foi expulso depois e recebeu críticas até dos companheiros de time

iG São Paulo |

São Paulo
Luís Fabiano: autor do gol da vitória foi expulso e levará um puxão de orelha da diretoria

O São Paulo não digeriu a expulsão de Luis Fabiano na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, neste domingo, no Morumbi. O vice de futebol do clube do Morumbi, João Paulo de Jesus Lopes, deu razão ao árbitro Elmo Alves Resende Cunha por mostrar o cartão vermelho ao camisa 9 por reclamação.

Concorda que a diretoria do São Paulo deve repreender Luis Fabiano? Opine

Aos 39 minutos da etapa complementar, Luis Fabiano levou o cartão amarelo por uma falta violenta no campo de ataque. Poderia até ter sido expulso, mas foi apenas advertido. Na sequência da partida, o Atlético-MG partiu para o empate e, na paralisação seguinte, o atacante reclamou de forma exagerada até ser expulso.


Leia mais: Em tarde de festa, São Paulo derrota o Atlético-MG no Morumbi

"É claro que essa situação nos preocupa. Ele é um grande jogador, um dos melhores do Brasil, mas essa situação atrapalha o time", disse João Paulo de Jesus Lopes. "Acho que houve excesso. Não culpo o árbitro de forma alguma pela expulsão", emendou.

Veja fotos dos jogos da 5ª rodada do Campeonato Brasileiro


A ideia da diretoria é ter uma nova conversa com Luis Fabiano nos próximos dias. No entanto, as medidas para evitar novos problemas são mantidas em segredo. "Vamos definir internamente", limitou-se a dizer Jesus Lopes.

Veja ainda: São Paulo presta homenagem aos campeões da Libertadores de 92

A postura de Luis Fabiano repercute até no elenco. Depois da vitória contra o Atlético-MG, o zagueiro Rhodolfo e o meia-atacante Lucas pediram publicamente que o camisa 9 se controle dentro de campo.

Ao técnico Emerson Leão, resta a missão de administrar o desconforto quanto ao jeito explosivo de Luis Fabiano. "Ainda não conversamos. O técnico também se preocupa com outras coisas, tudo tem seu tempo,. Não é agora o momento de ser falado. Às vezes, vale mais falar na intimidade", comentou o treinador.

*com Gazeta Press

Leia tudo sobre: são pauloluis fabianobrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG