Com a vitória desta terça, equipe baiana chegou a 13 pontos e subiu para a terceira colocação da Série B

O Vitória mais uma vez se beneficiou do seu forte sistema ofensivo para dominar o seu adversário e conquistar a quarta vitória no Brasileiro da Série B deste ano. A vítima da vez foi o Guarani, que não conseguiu suportar a pressão exercida pelo Leão e saiu do Barradão derrotado por 1 a 0 nesta terça-feira.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Tartá protege a bola na vitória dos baianos sobre os paulista nesta terça
Gazeta Press
Tartá protege a bola na vitória dos baianos sobre os paulista nesta terça

O gol da vitória foi marcado pelo zagueiro Victor Ramos, logo no primeiro lance do segundo tempo. O tento decisivo ainda foi o responsávelpor garantir o primeiro triunfo do Vitória sobre o Bugre na história da Série B.

Leia mais:  Paraná vira com dois pênaltis e mantém o Grêmio Barueri na lanterna

Na próxima rodada, a equipe baiana tentará se manter nas primeiras colocações ao medir forças com o Goiás, no Serra Dourada. O Guarani, por sua vez, buscará a reabilitação no campeonatoao receber o ABC, no estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Confira a classificação atualizada da Série B 

O jogo
Sem ser ameaçado durante todo o primeiro tempo de jogo, o Vitória teve tranquilidade para manter a bola em seu campo ofensivo e explorar os importantes desfalques do seu adversário. O Guarani ainda não conta com boa parte de seus principais jogadores e mais uma vez encontrou dificuldades para se organizar defensivamente no confronto.Com a fragilidade da zaga bugrina a seu favor, o Vitória se lançou ao ataque e promoveu uma verdadeira blitz nos primeiros minutos de jogo. O time ameaçou com Uelliton em três oportunidades, mas foi Neto Baiano quem levou mais perigo ao goleiro Emerson. O centroavante desviou o chute cruzado de Tartá e acertou a trave aos 16 minutos.

E mais:  Ipatinga leva a virada do Boa e fica perto da zona do rebaixamento

Neto Baiano ainda teria a chance de finalizar de dentro da área, aos 24, mas o chute saiu muito alto e sequer assustou Emerson. Dois minutos depois, Dinei tocou para Marquinhos e viu o meia chutar cruzado, acertando novamente a trave do goleiro adversário. O armador, inclusive, comemorou 100 jogos pelo Leão nesta terça-feira e ganhou uma placa da diretoria antes do início do confronto.

O Guarani acordou na partida apenas depois dos 30 minutos, quando ameaçou Douglas em cabeçada de Bruno Recife. No lance seguinte, o Bugre chegou a balançar as redes com Ronaldo, só que o bandeira foi preciso e flagrou o jogador em posição de impedimento na hora da conclusão.

O impedimento foi a última jogada que empolgou o público que compareceu ao Barradão nesta noite. Embora os times não tenham conseguido buscar o gol nos minutos restantes, a etapa complementar começou eletrizante para o Rubro-Negro. No primeiro minuto da etapa complementar, Tartá recebeu na cobrança de escanteio e cruzou na cabeça de Victor Ramos. Livre de marcação, o zagueiro achou o canto de Emerson e inaugurou o placar da partida.

Com a vantagem estabelecida, o Vitória passou a se acomodar no jogo e sofreu uma leve pressão do Guarani nos minutos restantes. Aos seis minutos, Bruno Recife invadiu a área e tentou o chute cruzado, sem obter sucesso. Já aos oito, Danilo Sacramento fez bela jogada individual e tocou na medida para Kleiton Domingues isolar por cima do travessão.

Satisfeito com o placar, Carpegiani tratou de promover algumas alterações em sua equipe e segurar o ímpeto do Guarani no restante do confronto. O técnico Vadão ainda tentou colocar mais peças ofensivas em seu time, mas a equipe não conseguiu acertar as finalizações e pouco ameaçou o goleiro Douglas com as seguidas investidas criadas por Danilo Sacramento e Ronaldo.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 X 0 GUARANI

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)
Data: 12 de junho de 2012, terça-feira
Horário: 21 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva
Assistentes: José Carlos Dias Passos e Adair Carlos Mondini
Cartões Amarelos: Uelliton, Wellington Saci e Léo (Vitória); Thiaguinho, Emerson, Kleiton Domingues, Domingos e Danilo Sacramento (Guarani)

GOLS:
VITÓRIA: Victor Ramos, ao primeiro minuto do segundo tempo

VITÓRIA: Douglas; Léo, Rodrigo, Victor Ramos e Welligton Saci (Gabriel Paulista); Uelliton (Michel), Rodrigo Mancha, Marquinhos e Tartá; Dinei (Eduardo Ramos) e Neto Baiano.
Técnico: Paulo César Carpegiani

GUARANI: Emerson; Chiquinho (Medina), Domingos, André Leone e Bruno Recife; Jackson (Rafinha), Fábio Bahia, Danilo e Kleiton Domingues; Thiaguinho (Max Pardalzinho) e Ronaldo.
Técnico: Vadão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.