A partida será disputada dia 15 de agosto, no estádio Rasunda, palco da final do primeiro mundial conquistado pelo Brasil

Pelé e Hortência em evento no Museu do Futebol
AE
Pelé e Hortência em evento no Museu do Futebol

O amistoso entre Brasil e Suécia, marcado para o dia 15 de agosto, ganhou mais um atrativo nesta terça-feira. Pelé aceitou o convite do presidente da CBF, José Maria Marin, e irá dar o pontapé inicial na partida que homenageará os campeões mundiais de 1958 com a seleção.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A partida será disputada no estádio Rasunda, palco da final do primeiro mundial conquistado pelo Brasil. A partida entre a Seleção e os anfitriões suecos contou com a atuação histórica de Pelé e imortalizou o gol marcado após o Rei aplicar um chapéu desconcertante em seu marcador. O resultado final foi uma goleada por 5 a 2 sobre os adversários europeus, que garantiu o título ao País e encantou o mundo do futebol com a apresentação da equipe.

Leia mais:  Messi faz três e Argentina vence Brasil por 4 a 3 em clássico histórico

Além de contar com a presença de Pelé, o amistoso também terá Djalma Santos, Zito, Dino Sani, Pepe e Zagallo, todos campeões com a seleção naquele ano. A partida também marcará a despedida do estádio Rasunda, que será demolido depois da realização do confronto.

O encontro entre o ex-jogador e o presidente da CBF também determinou nesta terça-feira uma série de viagens aos locais que sediarão os jogos da Copa do Mundo de 2014. Pelé se unirá a Marin em encontros com representantes locais para vistoriar as obras do torneio e promover a competição entre a população.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.