Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Polícia prende suspeito de pichar Cristo com nome de Ronaldinho

Homem de 32 anos foi preso após retornar ao local da pichação

Gazeta |

Reprodução/ Tv Alterosa
O nome de Ronaldinho foi pichado no Cristo Redentor de Belo Horizonte

O suspeito de pichar o Cristo Redentor do bairro Milionários, em Belo Horizonte, com o nome errado de Ronaldinho Gaúcho e o seu número no Atlético-MG foi preso pela polícia nesta terça-feira. O homem é acusado de escrever ‘Ronadinho 49’ nas costas do monumento e foi detido após retornar ao local do crime durante o período da tarde.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Segundo a polícia, o ato de vandalismo aconteceu por volta das 2 horas (de Brasília) desta terça-feira. Com antecedentes criminais por tráfico de drogas, assalto e pichação, o suspeito de 32 anos foi levado sob custódia para a delegacia e se declarou inocente ao prestar depoimento à delegada que fazia plantão no local.

Leia mais: Vândalos picham Cristo Redentor com nome e número de Ronaldinho em BH

Agora, a polícia reúne esforços para encontrar um possível companheiro do suspeito detido durante à tarde. O homem admitiu que um comparsa seu tinha a intenção de pichar o Cristo e que o seu papel no crime foi apenas conduzir o indivíduo até o local do delito.

Veja também: Visibilidade no Independência não tem solução, diz estudo

O episódio em questão faz alusão ao modo como Ronaldinho Gaúcho deixou o Flamengo e acertou com o Atlético-MG na última semana. A pichação em um monumento que copia um dos cartões-postais mais tradicionais do Rio de Janeiro provoca o clube carioca, que precisa responder na Justiça a uma cobrança de pouco mais de R$ 40 milhões feita pelo jogador. Já o número 49 foi adotado pelo meia em sua chegada a Belo Horizonte, ilustrando o ano de nascimento de sua mãe.

Leia tudo sobre: FlamengoAtlético-MGRonaldinho GaúchoPichação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG