Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras evita clima de guerra para reencontro com Kleber

Após saída conturbada em 2011, atacante do Grêmio encara o clube paulista  na semifinal da Copa do Brasil

Gazeta |

Gazeta Press
Kleber deixou o Palmeiras em 2011 de forma conturbada

A saída de Kleber do Palmeiras em 2011 aconteceu de forma conturbada. A forte discussão com o técnico Luiz Felipe Scolari e os protestos da torcida foram determinantes para o acerto do atacante com o Grêmio. Ainda assim, o reencontro com o vem sendo tratado com serenidade pelo clube paulista.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Felipão evita um confronto verbal com o atleta e se esquivou ao ser questionado sobre o duelo particular. "Vou encontrar o time todo do Grêmio, com Victor, Kleber, Marcelo Moreno, Fernando... Nós gostaríamos que eles entrassem só com um, mas vão com 11. Vai ser um jogo difícil, normal."

Veja ainda: Luxemburgo quebra tabu de 16 anos, mas ainda leva a pior contra Felipão

Kleber teve uma relação tumultuada também com o vice-presidente Roberto Frizzo no ano passado, mas só deixou o Palmeiras depois de se desentender com Felipão. O primeiro atrito mais forte com o dirigente aconteceu na época em que o atleta despertou o interesse do Flamengo. O atacante, então, não gostou da postura do vice-presidente no episódio e o chamou de "mau-caráter". A outra discussão com o diretor aconteceu no mesmo dia do entrevero com Felipão, justamente na véspera do jogo contra o Flamengo, horas depois de o volante João Vitor ter brigado com torcedores.

Leia também: Grêmio leva a melhor sobre o Palmeiras no histórico da Copa do Brasil

O atacante, que chegou a ser capitão com Scolari, reclamou das declarações do treinador, por considerar que o time ficava exposto, e ainda liderou o movimento para que o elenco adiasse a viagem ao Rio de Janeiro para o dia da partida, contrariando Felipão. Durante a discussão, o jogador reclamou também com Frizzo.

E mais: Torcida do Grêmio esgota ingressos e Olímpico terá 45 mil contra o Palmeiras

"Se encontrá-lo, é lógico que vou cumprimentá-lo, sem problema nenhum. Já conversamos e ele reconheceu que foi impetuoso naquele momento. É só isso. Não tem clima nenhum, é mais um grande jogo entre Palmeiras e Grêmio", afirmou o vice-presidente, em contato por telefone.

Porém, as palavras mais contundentes foram endereçadas ao pentacampeão, que não perdoou. A partir da discussão, Felipão afastou o atacante do elenco principal do Palmeiras. Naquele momento, o jogador já não tinha mais o apoio da maior torcida uniformizada do Verdão. A divulgação de uma ficha de inscrição antiga na Gaviões da Fiel praticamente acabou com a idolatria do jogador nas arquibancadas.

Confira: CBF define árbitros das semifinais da Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira, Palmeiras e Grêmio se enfrentam pela primeira partida da semifinal da Copa do Brasil. Apesar de ser uma das grandes apostas do time de Vanderlei Luxemburgo para a temporada, Kleber não tem presença garantida entre os titulares, pois acaba de se recuperar de cirurgia na fíbula da perna direita.

O atacante entrou no decorrer das partidas contra Atlético-GO e Corinthians, mas Luxemburgo faz mistério sobre o aproveitamento do atleta.

Leia tudo sobre: palmeirasklebergrêmiocopa do brasil 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG