Tamanho do texto

Zagueiro afirma que tudo não passa de especulação e se sente prestigiado ao ser lembrado no período em que esteve machucado

Dedé é uma das armas do Vasco contra o Libertad
Site oficial
Dedé é uma das armas do Vasco contra o Libertad

Mesmo sem atuar há dois meses em razão de uma fratura por estresse na perna esquerda, Dedé não deixa de ser cobiçado por clubes europeus. Desde 2011, o zagueiro do Vasco desperta o interesse de equipes de ponta do futebol mundial. O assédio está de volta. Depois de ser especulado numa possível transação com o Milan , agora seu nome é citado pelo Barcelona .

Leia também:  Vasco não se ilude com mau início do Palmeiras no Brasileirão

Antes, o nome do zagueiro foi sondado pelo clube italiano, que o especulou como peça de reposição em uma suposta negociação de Thiago Silva com o Chelsea , da Inglaterra. Quem também estava de olho no zagueiro e capitão da seleção brasileira é o time de Messi. No entanto, o clube espanhol considera Thiago Silva caro. E, na manhã desta terça-feira, o noticiário internacional diz que Dedé seria o segundo nome da lista.

E mais:  iG lista 7 motivos que fazem do Vasco o líder invicto do Brasileiro

O zagueiro falou sobre o assédio, mesmo sem estar jogando. E afirma para o torcedor que seu desejo é permanecer em São Januário.

“Não sei o que vai acabar acontecendo, mas meu pensamento é totalmente o Vasco. Leio hoje muita especulação, espero um posicionamento do Vasco para saber o que vai acontecer. É bom saber se você está sendo lembrado lá fora, apesar de não jogar há dois meses”.